santander logo ft1Santander

02/04/2019 — O Santander Brasil registrou lucro líquido de R$ 3,415 bilhões no primeiro trimestre de 2019, representando um crescimento de 21,1% na comparação com o mesmo período do ano passado (R$ 2,820 bilhões). Já o lucro gerencial, que exclui fatores extraordinários, alcançou R$ 3,485 bilhões nos primeiros três meses do ano, alta de 21,9% na comparação anual, segundo as demonstrações financeiras encaminhadas à Bolsa de Valores de São Paulo. O banco informou que o número de clientes ativos cresceu 12% em um ano, chegando a 24,9 milhões de correntistas. As receitas de tarifas do banco caíram 4,1% no trimestre. Ainda assim, o Brasil representou 29% do maior banco da zona do euro em valor de mercado no primeiro trimestre de 2019.

BANCO SANTANDER   Foi fundado em 1857, na cidade homônima, situada na região da Cantábria, Espanha. É considerado a maior instituição financeira da zona do euro. Começou a espalhar agências pelo mundo na década de 1980. Ao Brasil, chegou em 1997, com a aquisição do Banco Geral do Comércio, pertencente ao grupo Camargo Corrêa. Depois, comprou o Banco Meridional e o Banco Bozano Simonsen por R$ 1,5 bilhão. Mas o grande negócio no país aconteceu em 2001, quando ganhou o leilão de privatização do Banco do Estado de São Paulo (Banespa), com uma oferta de mais de R$ 7 bilhões. Seguiram-se as aquisições do ABN Amro e do Banco Real. Isso tudo o transformou uma das principais instituições financeiras do Brasil. Estima-se que, no mundo, tenha mais de cinquenta mil funcionários.

Bancos & Reclamações
18/01/2018 — O Banco Central atendeu, em 2017, 506.195 demandas relacionadas ao Sistema Financeiro Nacional, como reclamações contra produtos, serviços ou instituições financeiras e pedidos de informação referentes a cadastros mantidos pela instituição. A portabilidade de crédito foi o tema mais reclamado, com quase 50 mil ocorrências, 27% do total de reclamações reguladas. A portabilidade dá direito ao cliente de transferir para outra instituição um empréstimo já contratado. De acordo com o relatório do Banco Central,  o campeão de reclamações foi o Banco Santander, com 42,8 de índice. No segundo lugar ficou a Caixa Econômica Federal, com 33,2. A medalha de bronze negativa foi para o Bradesco25,6.

Crédito Imobiliário
23/04/2018 — Dez dias depois de a Caixa Econômica Federal baixar os juros de seus financiamentos imobiliários, de 10,25% para 9% ao ano, nas linhas do Sistema Financeiro da Habitação, o Santander Brasil anunciou novo corte de juros nas suas linhas desse segmento de crédito. O banco, que tinha baixado a taxa do crédito para a casa própria em junho do ano passado, de 9,99% para 9,49%, cortou novamente os juros, agora para 8,99% ao ano. A taxa para operações da Carteira Hipotecária foi reduzida a 9,49%. As novas taxas vão vigorar até 31 de julho. Valem, exclusivamente, para os clientes pessoa física do banco. Nos três primeiros meses do ano, a carteira de crédito imobiliário do banco para pessoas físicas atingiu R$ 29,1 bilhões, alta de 7,6% frente ao mesmo período de 2017.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados