banner-topo

Nos anos de 1950, o escritor baiano Jorge Amado foi investigado pelos norte-americanos

jorge-amado 20170211CIA Vs. BAHIA

11/02/2017 — O escritor Jorge Amado, na época da Guerra Fria, foi um dos brasileiros investigados pela Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos. De acordo com documentos que agora vieram à tona, são 27 relatórios em que o baiano é citado. Num deles, inclusive, o agente se refere ao escritor como “garoto de recados dos comunistas”. O autor, na época, sequer podia entrar no território norte-americano, em decorrência da lei de imigração, que passou a barrar intelectuais suspeitos a partir de 1952. Além do Jorge Amado, também eram monitorados os escritores Gabriel Garcia Marques (Colômbia), Carlos Fuentes (México), Júlio Cortázar (Argentina) e Pablo Neruda (Chile). Todos eles tinham ligação muito próxima com o ditador cubano Fidel Castro.

jorge-amado desenhoJORGE LEAL AMADO DE FARIA
Nasceu no dia 10 de agosto de 1912, na cidade de Itabuna, Bahia. Morreu no dia 06 de agosto de 2001, na cidade de Salvador. Por causa de uma epidemia de varíola em sua cidade natal, teve de se mudar com a família para a cidade de Ilhéus. Começou a participar da vida literária de Salvador, a capital, ainda na adolescência. Depois, transferiu-se para o Rio de Janeiro, a fim de ingressar na faculdade de Direito. Seus primeiros trabalhos profissionais na capital carioca foi na área jornalística. Envolveu-se também com a Política, elegendo-se deputado federal pelo Partido Comunista Brasileiro em 1945. A sua obra literária é uma das mais significativas da história do país. O primeiro romance — “País do Carnaval” — foi publicado em 1931. Escreveu trinta e seis livros, vários dos quais adaptados para o cinema e para a televisão.

gabriela1ROMANCES PUBLICADOS
1931 — O País do Carnaval
1933 — Cacau
1934 — Suor
1935 — Jubiabá
1936 — Mar Morto
1937 — Capitães da Areia
1943 — Terras do Sem-Fim
1944 — São Jorge dos Ilhéus
1946 — Seara Vermelha
1954 — Os Subterrâneos da Liberdade
1958 — Gabriela, Cravo e Canela
1959 — A Morte do Quintas Berro D´Água
1961 — Os Velhos Marinheiros
1964 — Os Pastores da Noite
1964 — Os Compadres de Ogum
1966 — Dona Flor e Seus Dois Maridos
1969 — Tenda dos Milagres
1972 — Teresa Batista Cansada de Guerra
1977 — Tieta do Agreste
1979 — Fardão, Fardão, Camisola de Dormir
1984 — Tocaia Grande
1988 — O Sumiço da Santa
1994 — A Descoberta da América Pelos Turcos


 


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados