banner-topo

Marcos Santa Rita, ótima chance para conhecer Graciliano Ramos

ricardoramos in1Esgotado há cerca de 15 anos, Graciliano: Retrato Fragmentado, livro de memórias que Ricardo Ramos (1929—1992) escreveu sobre o pai no começo da década de 1990, ganhou nova edição da Globo Livros. A obra mostra um Graciliano Ramos brincalhão, desatento e intempestivo. Com fotos e manuscritos inéditos, prefácio de Silviano Santiago e apresentação dos filhos do autor, Rogério Ramos e Ricardo Filho, o livro estará disponível nas lojas no dia 26 deste mês.

O lado escritor, político e intelectual do pai também são abordados por Ricardo Ramos (foto), que terminou o livro um pouco antes de morrer em março de 1992. Esta será a primeira de uma série de reedições do autor que a Globo Livros publicará em breve.

Os leitores podem esperar, assim, pelo romance Caminhantes de Santa Luzia e pelos contos de Rua Desfeita e Circuito Fechado. Ricardo Ramos conviveu pouco com o pai porque nasceu quando ele estava na prisão. De acordo com os críticos, porém, embora filho de um dos “monstros sagrados” da literatura nacional, nada fica a lhe dever em termos de concisão, clareza e olho crítico.


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados