banner-topo

Kurt Vonnegut Jr., americano, foi um dos maiores romancistas do século XX

k-vonnegut1Kurt Vonnegut Jr.

Nasceu no dia 11 de novembro de 1922, na cidade de IndianápolisIndiana, Estados Unidos. Morreu no dia 11 de abril de 2007, na cidade de Nova York, vítima de complicações decorrentes de uma queda.

Descendente de alemães, fez os primeiros estudos em sua cidade natal. Em 1940 entrou na Universidade de Cornell, no Estado de Nova York, onde se graduou em química. Paralelamente, foi assistente do editor-chefe de um jornal da cidade. Em 1944, alistou no exército para participar da Segunda Guerra Mundial. Preso pelos alemães, só foi liberado em maio de 1945. Essa experiência serviu de base para o seu primeiro romance de sucesso — “Cruzada das Crianças” —, lançado em 1969. De volta da guerra, foi estudar antropologia na Universidade de Chicago.

Em meados da década de 1950 chegou a trabalhar na redação da famosa revista Sports Illustrated. Em seguida, arrumou um emprego de professor na Universidade de Iowa, enquanto escrevia os seus romances. Estava prestes a abandonar a literatura, quando o romance “Cama de Gato”, lançado em 1963, começou a fazer sucesso. Esse romance foi aceito como tese antropológica pela Universidade de Chicago, que lhe concedeu o título de mestre em artes em 1971. Seus romances “Mother Night” e “Breakfast of Champions” foram adaptados para o cinema em 1996 e 1999, sob os títulos de “Vítima do Passado” e “À Beira da Loucura”, respectivamente.

um-passaro-na-gaiola1No Brasil, o escritor lançou alguns livros pela LP&M Editores. “Um Pássaro Na Gaiola”, que chegou em 1980, foi considerado muito bom pela crítica em geral. Trata-se de uma devastadora sátira da sociedade norte-americana. “Vale a pena ler o encontro do protagonista com o deputado Richard Nixon, quando das perseguições anticomunistas da caça às bruxas nos fins dos anos de 1940”, escreveu a Playboy, em agosto de 1980. “Matadouro 5”, editado em 2005, apresenta o personagem Billy Pilgrim, um americano bem de vida que viaja no tempo, para outros planetas, e revisita diversos momentos da sua própria vida. O ponto crucial da sua existência é o episódio em que foi feito prisioneiro durante a Segunda Guerra, quando vivenciou o bombardeio de uma cidade alemã, no qual morreram 135 mil pessoas.



© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados