20190805Literatura

05/08/2019 — A escritora Toni Morrison faleceu aos oitenta e oito anos. Na nota, publicada pela agência de notícias France-Press, a família da autora informa apenas que ela morreu “após uma breve doença”. A Toni estreou como romancista em 1970, com “O Olho Mais Azul”, mas ficou conhecida pelo romance “Amada”, que lhe rendeu o Prêmio Pulitzer de ficção em 1988. Os livros “Jazz” (1992) e “Paraíso” (1997) completaram uma espécie de trilogia. Mesmo antes da conclusão da trilogia, em 1993, a escritora conquistou o Prêmio Nobel de Literatura, tornando-se a primeira mulher negra a ser escolhida para a distinção. Em 2015, a americana publicou o último romance, o décimo primeiro de sua carreira, o “Deus Ajude Essa Criança”.

Toni Morrison

CHLOE ARDELIA WOFFORD nasceu no dia 18 de fevereiro de 1931, na cidade de Lorain, Estado do Ohio, Estados Unidos. Morreu no dia cinco de agosto de 2019, na cidade de Nova York. Integrante de uma família de classe média baixa, passou muitas dificuldades na infância e na adolescência. Desde criança apresentou-se como uma ávida leitora de clássicos, entre os quais a britânica Jane Austen e o russo Léon Tolstói. Ao mesmo tempo, através do pai, ouvia, cotidianamente, incríveis histórias sobre a comunidade negra americana. Na faculdade, formou-se em inglês em 1953, completando o mestrado em 1955. Depois, assumiu o cargo de professora de inglês na Universidade do Sul do Texas, na cidade de Houston.

Em 1964, mudou-se para a cidade de Siracusa, no Estado de Nova York, onde iniciou a carreira no jornalismo, além de continuar como professora de inglês na Universidade de Nova York. Na literatura, publicou o primeiro livro, o romance “O Olho Mais Azul”, em 1970. Na trama, ela fala de uma típica família afro-americana. A personagem Pecola, mais negra do que outras, é alvo de bullying na escola. Além disso, é, em casa, tratada com desdém e violência pelos pais. A crítica recebeu muito bem esse primeiro trabalho. No total, na carreira, a Toni Morrison lançou onze romances, com destaque para o “Amada”, lançado em 1987. O sucesso editorial levou o livro a ser adaptado para o cinema em 1998, com o título “Bem-Amada”. A trama, ambientada em 1873, conta a história de uma ex-escrava às voltas com vários mistérios. Além dos romances, a autora escreveu não ficção e livros infantis.


 

Escritores Americanos

UP TOGGLE DOWN

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados