o-gerente-noturno1O Gerente Noturno

16/04/2016 — A Editora Record mandou para as livrarias brasileiras a obra “O Gerente Noturno”, do escritor John Le Carré. A obra, lançada originalmente em 1993, foi o décimo quinto livro do autor, que ficou conhecido principalmente pelo romance “O Espião Que Saiu do Frio”. No exemplar, de acordo com a sinopse, Jonathan Pine é apenas o gerente noturno de um luxuoso hotel em Zurique. Ao passar informações às autoridades sobre um hóspede suspeito, pessoas da sua ligação começam a morrer. Trata-se de um thriller de espionagem, cujo tema central é o comércio ilegal de armas, que envolve bilhões de dólares. O livro, em 2016, se tornou minissérie na televisão inglesa.

john-le-carre1John Le Carré
David John Moore Cornwell
nasceu no dia 19 de outubro de 1931, na localidade de Poole, Dorset, Inglaterra. Estudou na Universidade de Berna, Suíça, e na Universidade de Oxford, Inglaterra, tornando-se depois professor no Eton College, antes de se juntar ao corpo diplomático britânico entre 1960 e 1964. Sua experiência nos serviços secretos terminou repentinamente, quando o agente duplo britânico Kim Philby denunciou a identidade de dezenas de espiões compatriotas ao KGB, agência russa. No entanto o seu primeiro livro ainda seria publicado enquanto estava no MI6, a agência britânica.

É autor de numerosos livros de espionagem, muitos dos quais apresentam um enredo que se desenvolve no contexto da Guerra Fria. No entanto, o fim desse período o levou a modernizar as temáticas que serviam como pano de fundo para os seus romances. Assim, introduziu na sua obra temas como o terrorismo islâmico, a problemática causada pelo desmembramento da União Soviética, a política dos Estados Unidos no Panamá e as manobras obscuras da indústria farmacêutica no continente africano. Destacam-se em sua obra a estrutura extremamente elaborada, sendo as personagens complexas e profundas, o oposto do estereótipo de espião superficial popularizado pelo James Bond de Ian Fleming.

A profundidade humana, a complexidade política e moral, assim como a inteligência dos enredos levaram-no a ser considerado o autor de espionagem mais literário e filosófico do século XX. Publicamente, recusou vários prêmios e o grau honorífico de “cavaleiro do reino” (knighthood), mantendo sempre uma postura de independência e crítica, que se materializou recentemente nas afirmações contra a Guerra ao Iraque. Alguns dos seus livros foram adaptados para o cinema com muito sucesso. Casos de O Espião Que Saiu do Frio (1965), com direção de Martin Ritt; A Casa da Rússia, com Sean Connery e Michelle Pfeiffer; O Alfaiate do Panamá (2001), com Pierce Brosnan; e O Jardineiro Fiel (2005), com direção do brasileiro Fernando Meirelles.

uma-verdade-delicada1Uma Verdade Delicada
30/12/2013 — Já está nas lojas o livro “Uma Verdade Delicada”, do autor inglês John Le Carré, célebre pelas obras O Espião Que Saiu do Frio (1963), A Casa da Rússia (1989) e O Jardineiro Fiel (2001). Agora, o inimigo não é mais o comunismo, mas sim uma outra versão daquilo que se compreende como uma nova missão civilizatória: a guerra ao terror. O protagonista, não obstante as versões oficiais, investiga o suicídio de um suspeito de atos terroristas. Recompondo o caso, ele vai revelando uma trama de intrigas, chantagens e falsificações que envolvem altas autoridades do governo. O livro chega com tradução de Heloísa Mourão, 308 páginas e preço sugerido de R$ 45,00.

Obras
1961 — Morto ao Telefone
1962 — Um Crime Entre Cavalheiros
1963 — O Espião Que Saiu do Frio
1965 — A Guerra No Espelho
1968 — Uma Pequena Cidade Na Alemanha
1971 — O Amante Ingênuo e Sentimental
1974 — O Espião Que Sabia Demais
1977 — Quase Um Colegial
1979 — A Vingança de Smiley
1983 — A Garota do Tambor
1986 — Um Espião Perfeito
1989 — A Casa da Rússia
1990 — O Peregrino Secreto
1993 — O Gerente Noturno
1995 — Nosso Jogo
1996 — O Alfaiate do Panamá
1999 — Single e Single
2001 — O Jardineiro Fiel
2003 — Amigos Absolutos
2006 — O Canto da Missão
2008 — Um Homem Muito Procurado
2010 — Um Traidor dos Nossos
2013 — Uma Verdade Delicada



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados