o-jantar-errado c102 de abril de 2013
linha-gif

Já está chegando às livrarias o novo romance do escritor albanês Ismael Kadaré, O Jantar Errado. Lançado pela Companhia das Letras, traduzido por Bernardo Joffily e com 168 páginas, tem preço sugerido de R$ 36,00. O autor teve a experiência direta de dois totalitarismos: o nazismo e o comunismo. O livro revisita essa triste sequência de catástrofes históricas com um enredo que parece fantasioso, mas se baseia em eventos reais, os quais tiveram lugar na cidade de Girokastra, cidade natal do escritor.

ismail-kadare in1Em 1943, os alemães chegaram à cidade. Por acaso, o coronel Fritz von Schwabe, comandante das forças invasoras, é um grande amigo de Gurameto Grande, eminente médico do lugar. Os dois estudaram juntos em Munique. O bom doutor recebe o antigo colega para um jantar em sua casa e consegue que o militar suspenda a programada execução de oitenta reféns, em represália a ações da resistência. Nunca fica claro, porém, o que de fato ocorreu naquele jantar. As várias versões sobre o evento — pontuadas por sonhos e delírios de seus participantes — ecoarão por anos. A história da Albânia é propícia a esses recorrentes pesadelos históricos.

Ismail Kadaré nasceu no dia 28 de janeiro de 1936. Filho de um funcionário público, presenciou a devastação da Albânia pelas tropas que se digladiaram durante a Segunda Guerra Mundial, experiência que deixou as suas marcas tanto na sua vida como na sua obra. Estudou História e Filologia na Universidade de Tirana e no Instituto Gorky de Literatura, em Moscou. Depois de sofrer ameaças do regime comunista albanês, exilou-se na França em 1990, antes de regime entrar em colapso. Recebeu muitos prémios literários e foi indicado diversas vezes para o Prémio Nobel da Literatura, aparecendo sempre com um dosfavoritos. Recebeu o Prêmio Internacional Man Booker em 2005 e foi laureado, em 2009, com o Prêmio Príncipe das Astúrias. Seu livro Abril Despedaçado foi adaptado para o cinema em 2001 pelo cineasta brasileiro Walter Salles.

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados