gordimer1Nadine Gordimer, a ativista

Nasceu no dia 20 de novembro de 1923 e morreu no dia 13 de julho de 1914, na cidade de Joanesburgo, África do Sul.

Prêmio Nobel de Literatura em 1991, foi uma das intelectuais mais expressivas que enfrentaram o apartheid (regime de segregação racial) em seu país. Integrou os quadros do Congresso Nacional Africano, partido pelo qual Nelson Mandela se elegeria presidente em 1994. Desse modo, tornou-se próxima do líder máximo da luta que então se travava. Escreveu mais de trinta obras, dentre as quais se destaca Face to Face, um volume de contos que marcou a sua estreia em 1949. Além deste, podem-se mencionar como obras primas os romances O Conservador e De Volta à Vida.

Nascida no seio de uma família judia, não considerava o fim do apartheid como sinônimo da plena conquista da democracia racial em seu país. Assim, seu derradeiro romance O Melhor Tempo É o Presente, conta a história de um casal de ex-ativistas que avalia a possibilidade de deixar a África do Sul, inconformado com as desigualdades que persistiam por lá. Além do Nobel, recebeu, em 1974, o Prêmio Man Book, dedicado a autores de língua inglesa. Pela sua contribuição para a cultura mundial, recebeu também a comenda da Legião de Honra da França. Sua obra Dilemma foi transposta para o cinema em 1962 pelas mãos do diretor Henning Carlsen.

o-engate1O Engate
Tradutora: Beth Vieira
Editora: Companhia das Letras
Lançamento: fevereiro de 2004

O romance desloca uma jovem branca e rica da África do Sul pós-apartheid para a desolação de uma aldeia miserável às margens do deserto, num país árabe de sociedade paternalista e regime ditatorial. Julie Summers, filha de um banqueiro de Johannesburgo, conhece Abdu, um mecânico de pele escura. Os dois se conhecem na oficina onde ele trabalha e sentem uma atração imediata, não apenas no plano sexual, mas também pelas possibilidades de transformação que representam um para o outro. O relacionamento entre a mulher branca bem-sucedida e o homem “de cor errada de pele” vislumbra aos dois uma abertura para novos destinos.

de-volta-a-vida1De Volta à Vida
Tradutor: Ivo Korytowski
Editora: Companhia das Letras

Neste livro, Paul Bannerman, um ecologista de 35 anos que luta contra a construção de uma central nuclear em seu país, a África do Sul, recebe um diagnóstico de câncer na tireóide. Por uma ironia do destino, a radioterapia a que se submete o torna radioativo. A esposa Berenice, uma executiva do ramo da publicidade, e o filho ainda novo Nicholas o visitam, mas precisam manter certa distância por causa da radioatividade. Durante esse período de quarentena, em que se compara a um leproso, um intocável, Paul mora na casa dos pais, a casa de sua infância. Lá passa o dia praticamente no jardim, um microcosmo da natureza mais ampla com que, em sua atividade para uma fundação pela conservação ambiental, está habituado a conviver. Quando volta para sua casa, as mudanças se precipitam na vida de todos da família.

O Melhor Tempo É o Presente
Tradutor: Paulo Henriques Britto
Editora: Companhia das Letras

Amantes clandestinos no passado, devido às leis raciais que proibiam relações entre negros e brancos, Jabulile Gumede e Steve Reed vivem numa África do Sul democrática. Ambos foram ativistas que lutaram com todas as forças pelo fim do apartheid, e seus filhos, felizmente, já nasceram em um tempo e em um lugar de liberdade. Mas à medida que os ideais de uma vida melhor para todos são ameaçados por tensões políticas e raciais, pela ressaca das ambiguidades morais e pelo enorme abismo entre os privilegiados e a grande massa pobre que só aumenta a cada dia, o casal pensa em abandonar o país pelo qual tanto lutou.


 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados