banner-topo

Alarcon y Ariza, um dos principais representantes do movimento realista espanhol

alarcon-y-ariza1Alarcon y Ariza

PEDRO ANTONIO DE ALARCON y ARIZA nasceu no dia 10 de março de 1833, na localidade de Guadix, Granada, Espanha. Morreu no dia 19 de julho de 1891, na localidade de Valdemoro, Madri.

Estudou leis e teologia no seminário de sua cidade natal, mas não completou os cursos. Foi viver em Madri, onde dirigiu o jornal El Latigo, de tendências anticlericais e antimonarquistas. No princípio, tinha ideias liberais, mas com o tempo se tornou um conservador entusiasmado. Foi nessa condição que participou da Guerra da África (1859-1860), durante a qual escreveu Diario de Um Testigo da Guerra da África, publicado em 1860.

Uma viagem pela Itália lhe inspirou o livro De Madri a Nápoles. Em 1874, passou de representante junto às cortes ao cargo de conselheiro de estado. Nessa época, defendia a restauração de Dom Afonso XI. Abandonando depois a vida política, dedicou-se exclusivamente à literatura. De seu El Sombrero de Tres Picos (O Tricórdio), o compositor Manuel de Falla adaptou o argumento de um bailado. Dentre suas mais conhecidas novelas, destacam-se: O Final de Norma (1855), O Escândalo (1875) e O Menino da Bola (1880). De acordo com a crítica, é um dos principais representantes do movimento realista espanhol.


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados