Imprimir
Categoria: Escritores Franceses
Acessos: 1613

andre-breton1André Breton

ANDRÉ BRETON nasceu no dia 19 de fevereiro de 1896, na cidade de Tinchebray, Baixa Normandia, França. Morreu no dia 28 de setembro de 1966, na cidade de Paris. Após realizar os estudos de medicina na capital francesa, serviu na guerra de 1914 como especialista neuropsiquiátrico. Em 1917, entrou em contato com o Luís Aragon e com o Felipe Soupault, participando, com eles, do movimeno dadaísta. Fundou, em 1919, a revista “Literatura”, porta-voz das ideias de renovação artística que culminaria no movimento surrealista. Nesse mesmo ano, publicou o primeiro livro: “Monte da Piedade”.

Realizou experiências sobre hipnose e comunicações mediúnicas, as quais levaram à escrita automática, como o caso da obra “Campos Magnéticos”, publicada em 1921. Enquanto o movimento dadaísta se esvaziava, ele e os seus amigos, juntamente com o Eluard Artaud e outros, preocupavam-se com uma atitude renovadora, que, contrariando a moral vigente, libertasse a vida e a arte do racionalismo, fazendo-as mergulhar no inconsciente e no sonho. A partir do “Manifesto Surrealista”, de 1924, passou a liderar o grupo, permanecendo fiel a esses ideais, como demonstraram as obras “Amor Louco” (1945), “A Lâmpada e o Tiro” (1948) e “A Arte Mágica” (1957). Em 1997, a obra “Amor Louco” deu origem ao filme “A Bacia do J. W”, dirigido pelo cineasta João César Monteiro.

andre-breton3 andre-breton4 andre-breton2