banner-topo

Vittorio Alfieri, tragédias com apelos à liberdade e ao patriotismo

vittorio-alfieri in1Vitorio Alfieri
linha-gif

Nasceu no dia 16 de janeiro de 1749, na cidade de Asti, região do Piemonte, Itália. Morreu no dia 18 de outubro de 1803, na cidade de Florença, região da Toscana.

Filho de uma família aristocrática do Piemonte, região norte da Itália, abandonou os estudos aos 17 anos para viajar pela Europa. Em 1776, foi à Toscana, na Itália Central, para se familiarizar com os hábitos e a língua daquela região. Em 1778, desejoso de romper seus vínculos com a região piemontesa, doou todos os seus bens para a irmã. Depois de conhecer a Europa, voltou para o seu país convencido da necessidade de transformar a Itália numa verdadeira nação. Escreveu, então, dezessete tragédias, entre as quais Saul, Antígona e Maria Stuart. Essas tragédias representaram verdadeiros apelos à liberdade, ao patriotismo e também contra a tirania.

condessa-de-albany in1Foi amante da condessa de Albany e com ela viveu em Paris na época da Revolução Francesa. Durante o terrorismo jacobino (extremismo radical de esquerda), fugiu para a cidade de Florença. Apesar de ser contrário ao absolutismo, desiludiu-se com os excessos da Revolução Francesa, escrevendo em 1798, a sátira Il Misogallo (“O Anti-Francês”), vi0lento panfleto contra o jacobinismo. Após sua morte, a condessa de Albany mandou o escultor Antônio Canova construir um magnífico sepulcro na Igreja de Santa Croce. O autor italiano escreveu ainda: Della Tirannide, de 1777, e Vita, do período de 1790/1803.


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados