banner-topo

Carlo Collodi, o criador de Pinóquio, personagem lendário da literatura universal

carlo-collodi1Carlo Collodi

CARLO LORENZINI nasceu no dia 24 de novembro de 1826 e morreu no dia 26 de outubro de 1890, na cidade de Florença.

Ingressou no jornalismo, fundando e dirigindo dois jornais humorísticos — O Lampião e A Escaramuça —, os quais duraram pouco. Engajou-se em 1859 na luta pela independência italiana e escreveu opúsculos favoráveis à união da Toscana e do Piemonte, assinando pela primeira vez seu pseudônimo. A partir de 1875, começou a fazer livros para crianças, adaptando contos tradicionais e escrevendo algumas obras educativas, que tiveram muito sucesso, entre as quais Gianettino e Minuzzolo.

pinoquio-p1Encorajado por esse êxito, cultivou a literatura didática publicando Primeira Viagem de Giannetino Pela Itália e A Gramática de Giannetino, etc. Mas a sua realização como escritor foi com As Aventuras de Pinóquio, obra prima da literatura infantil mundial, que foi traduzida para todas as línguas. Aa ideia apareceu e quando, contratado por um jornal para escrever um conto em episódios, segundo se conta, levou dois anos escrevendo a obra para pagar dívidas. Tentou ainda utilizar motivos parecidos em 1887, com suas Histórias Alegres, mas não foi bem sucedido.

Escrita originalmente em capítulos, entre julho de 1881 e janeiro de 1883, As Aventuras de Pinóquio foram publicadas em livro em 1883. Com o título de História de um Boneco, foram publicados os quinze primeiros capítulos, mas quando o personagem está moribundo, o autor interrompeu a narrativa. Os capítulos recomeçaram após algum tempo, já com o título que consagraria a história para sempre, completando assim os 36 episódios originais da obra. O livro foi várias vezes adaptado para o cinema, sendo a versão mais famosa a dos Estúdios Disney, de 1940. A história original, entretanto, é muito mais rica. Permite inúmeras leituras por públicos de diferentes idades. A obra ultrapassou as fronteiras da Itália e se tornou um patrimônio universal.


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados