banner-topo

Ariosto, o poeta italiano do estupendo “Orlando Furioso”

ariosto1Ariosto

LUDOVICO ARIOSTO nasceu no dia 8 de setembro de 1474, na cidade de Reggio Emilia, Emília Romanha, Itália. Morreu no dia 6 de julho de 1533, na cidade de Ferrara.

Filho de um membro do tribunal de Ferrara, região de Emília Romanha, fez o curso de Direito, mas abandonou a carreira jurídica para se dedicar à poesia. Estudou os poetas latinos e a composição dos seus versos. Foi protegido do nobre Hipólito d´Este e, posteriormente, de Afonso d´Este. Em 1522, foi nomeado governador de uma província. Sua obra é abundante: Poesias Líricas Latinas (1493-1503), sátiras, peças de teatro, etc.

Seu trabalho mais conhecido é o poema Orlando Furioso, que seria a continuação de uma obra anterior, intitulada Orlando Enamorado. O poema, composto de 46 cantos, alcançou grande sucesso quando da sua publicação. Nele, o poeta ridiculariza a nobreza feudal em decadência, ao mesmo tempo em que prenuncia o novo homem da Renascença. Além do seu aspecto social, a obra consegue unir um enredo fantástico a uma versificação harmoniosa. Foi traduzido em quase todas as línguas e no próprio século XVI foram feitas mais de sessenta edições. Escreveu, ainda, O Necromante, Os Supostos e Rinaldo Ousado (inacabado). Em 2000, o diretor János Darvas lançou o filme (romance) Alcina, baseado na obra.


 


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados