u-eco1O Jornalismo Versus a Internet
29/06/2015 — O destaque da tradicional entrevista das páginas amarelas da revista Veja esta semana é o escritor italiano Umberto Eco. Isso porque, aos 83 anos, está lançando no Brasil o livro “Número Zero”. O escritor vem de uma forte polêmica por ter dito que “a internet dá voz a uma multidão de imbecis”. Em resposta, ele afirmou: “num mundo com mais de sete bilhões de pessoas, você não concorda que há muitos imbecis? Na internet, o imbecil pode opinar sobre tudo o que não entende.” Segundo ele, “os jornais, em vez de se tornar vítimas da internet, repetindo o que circula na rede, deveria dedicar espaço para a análise das informações”. Para ele, os jornais, em vez de se tornarem vítimas da internet, repetindo o que circula na rede, deveriam dedicar espaço para a análise das informações.

numero-zero1Mau Jornalismo e Corrupção
19/01/2015 — O famoso escritor e ensaísta italiano Umberto Eco lançou na Itália o seu último romance — “Número Zero” —, uma espécie de manual do mau jornalismo, ambientado na redação de um jornal imaginário. A trama da nova obra se passa na Itália de 1992, quando o país vivia uma época de escândalos de corrupção, os quais motivaram a investigação da operação “Mãos Limpas”, que arrasou com boa parte da classe política de então. O livro se concentra basicamente nos mistérios não resolvidos que abalaram a Itália daquela época. Um deles é o que teve como protagonista a loja maçônica Propaganda 2 do temido Lucio Gelli. Ainda se destaca o suposto assassinato do papa João Paulo I.

umberto-eco f1Umberto Eco
Nasceu no dia 5 de janeiro de 1932, na cidade de Alexandria, Piemonte, Itália. Morreu no dia 19 de fevereiro de 2015, na cidade de Milão. Além de escritor, filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo de fama internacional. Foi titular da cadeira de semiótica e diretor da escola superior de ciências humanas da Universidade de Bolonha. Ensinou temporariamente na Universidade de Yale, na Universidade de Columbia, na Universidade de Harvard, as três nos Estados Unidos. Embora tenha começado a carreira como filósofo e analista da obra de Santo Tomás de Aquino, celebrizou-se como romancista, principalmente por causa do clássico “O Nome da Rosa”, adaptado para o cinema em 1986. O livro foi lançado no Brasil pela Editora Record em 1989.

o-pendulo-de-f1Livro: O Pêndulo de Foucault
Lançamento no Brasil
: janeiro de 1990
Editora
: Record
Resenha
: Garamond, dono de uma editora de textos ocultistas, e seus assistentes se envolvem numa fantástica aventura ao receber um livro sobre uma sociedade secreta do século XII. Em jogo, o controle da energia no centro da Terra.


 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados