raul-brandao caricaturaRaul Brandão

RAUL GERMANO BRANDÃO nasceu no dia 12 de março de 1867, na localidade de Foz Douro, Cidade do Porto, Portugal. Morreu no dia 05 de dezembro de 1930, na cidade de Lisboa. Escritor e jornalista, filho de negociantes, fez os primeiros estudos na sua cidade natal. Em 1888, ingressou na Escola Militar de Lisboa. Promovido sequencialmente a alferes e a tenente, reformou-se no posto de major. A partir daí, passou a se dedicar inteiramente à Literatura. Fundou, na Cidade do Porto, o jornal literário Correio da Manhã, no qual escrevia os últimos fatos e artigos de crítica literária. Também colaborou com diversos outros órgãos de imprensa, como o O Dia, o O Século, o A República e a Revista de Hoje. Membro da Academia de Ciências de Lisboa, suas obras, traduzidas, ganharam fama em toda a Europa. Clique na imagem para ampliar.

raul-brandao a-farsaPrincipais Livros
1896 — Impressões e Paisagens
1896 — Memórias de Um Palhaço
1901 — O Padre
1903 — A Farsa
1906 — Os Pobres
1912 — El-Rei Junot
1914 — A Conspiração de 1817
1917 — Húmus
1919 — Memórias — Volum I
1923 — Os Pescadores
1923 — Teatro
1925 — Memórias — Volume II
1926 — As Ilhas Desconhecidas
1931 — Memórias — Volume III



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados