Sueli & Playboy

02/08/2018 — A atleta do lançamento do dardo Sueli dos Santos posou para a capa da Playboy, edição de julho de 1988. Tinha, então, vinte e três anos. Na época, era a recordista sul-americana da categoria. Quando surgiu nas pistas de atletismo brasileiras, ficou logo conhecida como “a bela do dardo”, por causa da sensualidade demonstrada nas competições. O interesse pelo esporte se manifestou quando cursava a faculdade de Educação Física. Mais tarde, antes dos Jogos Pan-Americanos de 1995, disputados na cidade de Mar Del Plata, na Argentina, foi punida pela Federação Internacional de Atletismo pelo suposto uso da substância proibida metenolona. Depois da pena, no dia seis de maio de 2000, obteve o recorde brasileiro, com 61,98 metros. No mesmo ano, representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Sydney, Austrália. SUELI PEREIRA DOS SANTOS nasceu no dia oito de janeiro de 1965, na cidade de Cascavel, Estado do Paraná.

09Texto da Playboy
Corre uma lenda sobre essas mulheres que, de tempos em tempos, se cruzam nas competições internacionais de atletismo para ver quem consegue lançar mais longe um dardo de 2m20c de comprimento e seiscentos gramas de peso. Dizem que, ao nascerem, elas teriam sido colocadas por Deus diante de duas opções: ou seriam bonitas ou seriam campeãs, nunca as duas coisas. Nesse ensaio especial, a Sueli prova que tudo não passa mesmo de uma lenda. Ela tem um poderoso veneno, que hipnotiza e paralisa. São as suas pernas. Um veneno que ela usa com sabedoria e em doses generosas. Vaidosa, não dispensa a maquiagem nem na hora de competir.  Para quem é provocante assim, lançar dardos dever ser muito fácil”.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados