Imprimir
Categoria: Surfe & Natação
Acessos: 1911

Poliana Okimoto
20160818 ft1

15/08/2016 — Quatro anos depois de viver um drama nos Jogos de Londres — abandonou a prova, com hipotermia, e saiu de cadeira de rodas —, a Poliana Okimoto fez história. A atleta, de 33 anos, conquistou a medalha de bronze na maratona aquática dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, vencida pela holandesa Sharon van Rouwendall. A brasileira, na verdade, terminou a prova em quarto lugar, mas ficou com o bronze por causa da desclassificação da francesa Aurelie Muller, que cometeu uma irregularidade sobre a italiana Rachele Bruni. De qualquer forma, com o resultado, ela entrou para a história da natação brasileira como a primeira medalhista mulher em provas aquáticas. O último grande resultado da brasileira tinha acontecido em 2013, quando ganhou a medalha de ouro no Mundial de Barcelona, na Espanha.

20160815 medalha-de-bronzeA nadadora nasceu no dia 08 de março de 1983, na cidade de São Paulo. Começou a nadar em piscina aos dois de idade. Com sete anos, começou a competir. Depois de participar de inúmeros certames nacionais, enfrentou, em 2002, o seu primeiro desafio internacional: o Mundial de Piscina Curta de Moscou, Rússia. Ficou no 18.º lugar nos oitocentos metros livres. Dois anos depois, começou a treinar em águas abertas.

Em 2005, nessa nova modalidade, ganhou o primeiro título na tradicional Travessia dos Fortes, no Rio de Janeiro. Dois anos depois, nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, ganhou a medalha de prata na maratona aquática. Esse resultado se repetiu quatro anos depois, em 2011, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México. Em 2009, ganhou o bronze no Mundial de Roma (percurso de cinco quilômetros). Nessa mesma distância, faturou a prata no Mundial de Barcelona em 2013, seguida do ouro no percurso de dez quilômetros.