os-vampiros-1915aOs Vampiros

LES VAMPIRES estreou oficialmente no dia 13 de novembro de 1915, na França. Chegou aos cinemas do México no dia 24 de maio de 1917. Foi resgatado no dia 13 de setembro de 1965, com uma apresentação no Festival de Cinema de Nova York.

Os vampiros, mestres do disfarce que geralmente usam roupas pretas colantes durantes os seus crimes, são comandados por quatro sucessivos mestres vampiros, que são assassinados um a um. Eles contam com a fidelidade da vampira Irma Vep, coração e alma não só dos vampiros como do próprio filme. Interpretada com voluptuosa vitalidade pela atriz Jeanne Roques, então conhecida como Musidora, ela é a mais atraente personagem do filme. O seu carisma, segundo a crítica, vai além do tema maniqueísta e contribui para um tom de certa forma mais amoral.

De forma semelhante à história de detetive e ao suspense de casa assombrada, o filme cria um mundo aparentemente rígido em sua ordem burguesa, ao mesmo tempo em que o sabota. Os pisos e as paredes de cada cenário tornam-se ocos, com alçapões e passagens secretas. Enormes lareiras servem de acesso a assassinos e ladrões, os quais fogem pelos telhados de Paris e sobem e descem calhas como macacos. Táxis correm com intrusos sobre os seus tetos e revelam fundos falsos para ejetar fugitivos em convenientes bueiros. Num determinado momento, o herói coloca inocentemente a cabeça para fora da janela para ser lançado pelo pescoço, puxado pela rua e enfiado dentro de um grande cesto.

os-vampiros-1915bEm outra cena, uma parede com lareira se abre para regurgitar um enorme canhão, o qual desliza até a janela e atira projéteis em um cabaré próximo. Reforçando a atmosfera de tênue estabilidade, a trama é construída em torno de prodigiosas reviravoltas, envolvendo capciosas aparições em ambos os lados da lei: personagens “mortos” voltam à vida, pilares da sociedade (um padre, um juiz e um policial) provam ser vampiros. O filme é considerado um divisor de águas, um precursor no uso da profundidade de campo como recurso estético. Foi feito em onze episódios, que tiveram duração total de sete horas e trinta minutos. Não há informações sobre o custo da produção e o quanto arrecadou nas bilheterias.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados