wasp network p1Wasp Network

19/06/2020 — Está disponível no canal de streaming da Netflix Brasil o filme “Prisioneiros da Guerra Fria”. O título provisório era “Rede de Espiões”. O filme, produzido no ano passado, conta com atuações do brasileiro Wagner Moura e da espanhola Penélope Cruz. Inspirada em fatos, a trama se passa nos anos de 1990. Conta a história de rebeldes cubanos que, nos Estados Unidos, planejavam ataques ao governo do Fidel Castro. Para combater esses rebeldes, o governo cubano construiu uma rede de espiões. O roteiro é inspirado no livro “Os Últimos Soldados da Guerra Fria”, do jornalista brasileiro Fernando Morais. A crítica especializada fez ressalvas ao roteiro.

Entretanto, o filme é uma boa oportunidade para conhecer aqueles momentos quentes dos anos de 1990. A história é intrigante e o elenco bom. Há uma trama central, a qual se divide em seis partes. Uma dessas partes conta a história do piloto de avião Renê González. Ajudado pelo João Paulo Roque, tenta ajudar alguns desertores cubanos a chegarem aos Estados Unidos. A determinação desses desertores é desestabilizar o governo do Fidel Castro. Enquanto isso, a esposa do Gonzáles, a estonteante Olga Salanueva, luta no cotidiano para manter a casa e cuidar da filha. A história também conta o envolvimento dos rebeldes com a agência americana CIA e mostra uma série de atentados ocorridos em 1997. O destaque vai para a fotografia, com imagens deslumbrantes de Cuba e das Ilhas Canárias.

Ficha técnica

DIRETOR
Olivier Assayas
ROTEIRO
Olivier Assayas
HISTÓRIA
Fernando Morais
MÚSICA
Eduardo Cruz
FOTOGRAFIA
Yorick Le Saux
Denis Lenoir
FIGURINOS
Jürgen Doering
ELENCO
Edgar Ramírez (Gonzáles)
Penélope Cruz (Olga)
Wagner Moura (Roque)
Gael Garcia Bernal (Gerardo)
Ana de Armas (Ana)

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados