Imprimir
Categoria: Filósofos Franceses
Acessos: 726

leon brunschvicg1Léon Brunschvicg

LÉON BEUNSCHVICG nasceu no dia 10 de novembro de 1869, na cidade de Paris, França. Morreu no dia 18 de janeiro de 1944, na cidade de Aix-les-Bains. Estudou no Liceu Condorcet, da capital francesa, onde recebeu prêmios de Ciência e Filosofia. Em 1891, licenciou-se em Letras e Ciência na Escola Normal Superior de Paris. Sua tese de doutoramento — “A Modalidade do Juízo” — foi apresentada na Universidade de Sorbonne em 1897, sendo publicada neste mesmo ano.

Em 1900, retornou a Paris para lecionar no liceu onde fez os primeiros estudos. Depois, transferiu-se para o Liceu Henrique IV e para a Escola Normal de Sévres. Em 1909, foi nomeado professor geral da Universidade de Sorbonne. Com exceção do período de 1914 a 1918, quando serviu como auxiliar nas Forças Armadas e como consultor do governo em assuntos educacionais, regeu várias cadeiras na Sorbonne. Foi um dos fundadores da Revista de Metafísica e Moral, publicada a partir de 1893, e da Sociedade Francesa de Filosofia, fato de 1901.

Em 1919, foi eleito para a Academia de Ciências Morais e Políticas, entidade que presidiu em 1932. Escritor prolífico, foi também responsável por várias edições do filósofo Blaise Pascal. Conhecido pelos trabalhos sobre o René Descartes e o Baruch Espinoza, foi uma figura relevante da vida intelectual francesa durante cerca de meio século. Ficou em Paris até a ocupação alemã, ocorrida em 1940, em decorrência da Segunda Guerra Mundial. Retirou-se, então, para o interior — Aix-les Bains —, onde morreu quatro anos depois. Entre as suas obras destacam-se: “Introdução à Vida do Espírito” (1923), “As Idades da Intelingência” (1934) e “Escritos Filosóficos” (1951).