gp-alemanha-201223 de julho de 2012
linha-gif

Sem sobressaltos, Fernando Alonso garantiu a liderança do Grande Prêmio da Alemanha logo no início, enquanto Sebastian Vettel e Michael Schumacher duelavam pelo segundo posto. A boa largada do espanhol contrastou com a do companheiro de equipe. Felipe Massa, que saiu em 13º, acertou a traseira de Daniel Ricciardo e precisou ir para os boxes na segunda volta para trocar o bico do carro. Ao voltar em 22.º, iniciou corrida de recuperação, assim como Bruno Senna. O piloto da Williams também se envolveu em um pequeno incidente no início. Ele se chocou com Romain Grosjean e perdeu tempo nos boxes para trocar o bico e um pneu furado. Voltou para à pista em último lugar, com quase uma volta de atraso em relação aos demais.

A primeira rodada de parada nos boxes, a partir da 11.ª volta, pouco alterou as primeiras colocações. Somente Schumacher ficou para trás, por não apresentar o mesmo ritmo dos rivais. Alonso continuava em primeiro, seguido de perto por Vettel, que, por sua vez, passou a ser pressionado por Button. O piloto da McLaren fazia grande apresentação, enquanto seu companheiro Lewis Hamilton sofria para deixar o pelotão traseiro. O inglês  perdeu muitas posições no início ao ter um pneu furado. Retardatário, protagonizou dois momentos inusitados na prova ao ultrapassar Vettel, em 2.º, e pressionar o líder Alonso. Apesar de estar em 17,º, era o mais rápido da prova naquele momento.

Os líderes da corrida se afastaram de Hamilton ao pararem pela segunda vez nos boxes, na 42.ª volta. Alonso entrou logo à frente e garantiu a ponta. No retorno à pista, Vettel foi ultrapassado por Button, que apostou na parada antecipada para ganhar a posição. Após deixar o alemão para trás, o piloto da McLaren partiu para cima de Alonso. Chegou a ficar a pouco menos de um segundo do rival, mas não conseguiu aproximação suficiente para tentar ultrapassagem. Com melhor ritmo, Vettel cresceu no final e desbancou Button na penúltima volta.  Enquanto isso, Massa tinha dificuldade para se aproximar da zona de pontuação. Com três paradas, o brasileiro teve que se contentar com o 12.º lugar. Bruno Senna, com desempenho semelhante, cruzou a linha de chegada em 17.º.  A próxima etapa da Fórmula-1 será disputada já no domingo que vem (29/07/2012) no circuito de Hungaroring, em Budapeste, capital da Hungria.

Confira a classificação final do GP da Alemanha:

01 — Fernando Alonso (ESP/Ferrari), em 1h31min05s862

02 — Jenson Button (ING/McLaren), a 6s949

03 — Kimi Raikkonen (FIN/Lotus0, a 16s409

04 — Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), a 21s925

05 — Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 3s732

06 — Sergio Perez (MEX/Sauber), a 27s896

07 — Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 28s970

08 — Mark Webber (AUS/Red Bull), a 46s941

09 — Nico Huelkenberg (ALE/Force India), a 48s162

10 — Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 48s889

11 — Paul Di Resta (ESC/Force India), a 59s227

12 — Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 1min11s428

13 — Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso), a 1min16s829

14 — Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), a 1min16s965

15 — Pastor Maldonado (VEN/Williams), a 1 volta

16 — Vitaly Petrov (RUS/Caterham), a 1 volta

17 — Bruno Senna (BRA/Williams), a 1 volta

18 — Romain Grosjean (Fra/Lotus), a 1 volta

19 — Heikki Kovalainen (FIN/Caterham), a 2 voltas

20 — Charles Pic (FRA/Marussia), a 2 voltas

21 — Pedro de la Rosa (ESP/Hispania), a 3 voltas

22 — Timo Glock (ALE/Marussia), a 3 voltas

23 — Narain Karthikeyan (IND/Hispania), a 3 voltas

Não completou a prova:

Lewis Hamilton (ING/McLaren)

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados