20171010 chile1Brasil & Argentina

10/10/2017 — Foram encerradas nesta terça-feira as disputas das eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo de 2018. A Seleção Brasileira se classificou, folgadamanete, no primeiro lugar, com 41 pontos. Os outros classificados são o Uruguai (31 pontos), a Argetnina (28) e a Colômbia (27). O Peru (26) vai disputar a repescagem contra a Nova Zelândia, a representante da Oceania. No jogo Brasil vs. Peru, os brasileiros venceram por TRÊS a ZERO, com gols do meia-defensivo Paulinho Maciel, aos nove, e pelo atacante Gabriel Jesus, aos 11 e aos 47 do segundo tempo. Mais de 41 mil torcedores pagaram ingresso para ver a partida, proporcionando a arrecadação de mais de 15 milhões. Foi recorde de público e de renda no novo campo do Palmeiras.

20171010 chileCampanha Brasileira
A Seleção Brasileira estreou nas eliminatórias no dia 08 de outubro de 2015, com uma derrota (0 x 2) para o Chile, na cidade de Santiago. Foi aos trancos e barrancos até o dia 29 de março de 2016, quando empatou com o Paraguai. Temerosos de não conseguirem a classificação — e pressionados pela imprensa e pelos torcedores —, os dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol resolveu trocar o treinador Carlos Dunga, colocando no lugar dele o Adenor Leonardo Bachi, o Tite. A partir daí, o time deslanchou e se classificou com muita facilidade. Nos 18 jogos que realizou, o Brasil venceu 12, empatou cinco e perdeu apenas um. Fez 41 pontos, 10 à frente do segundo colocado, 75,9% de aproveitamento.

20171010 chile2A equipe marcou 41 gols, media de 2,27 por jogo, e sofreu 11. O artilheiro foi o ex-palmeirense Gabriel Jesus, com sete gols. No segundo lugar, ficou o Neymar Júnior, com seis. O Paulinho Maciel marcou cinco e o Philippe Coutinho e o Willian Silva, quatro cada um. Na parte disciplinar, o único a ganhar o cartão vermelho foi o zagueiro David Luiz, ainda da era Dunga. Nos cartões amarelos, foram registradas 28 advertências, média de 1,55 por partida. Nesse quesito, o campeão foi o Neymar Júnior, com seis cartões. Depois vieram: Marcelo Silva, com quatro; Daniel Alves, com três; David Luiz e Paulinho Maciel, com dois cada um. Nos nove jogos que fez no Brasil, a CBF levou aos estádios um público total de 370.785 pagantes, conseguindo uma renda bruta total de R$ 70,1 milhões.

Clique AQUI para ver as estatísticas completas


 


 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados