Imprimir
Categoria: Rodada 10
Acessos: 45

Atlético

13/09/2020 — O Atlético Mineiro, na décima rodada, foi, entre os grandes, o único time que se deu bem. Os outros ou sucumbiram ou empataram. Em Belo Horizonte, o “galo” ganhou do Bragantino por dois a um, com gols do zagueiro Réver Araújo aos 29 minutos e do atacante Jefferson Savarino aos 87. Com a vitória, os mineiros, que, na rodada anterior, estavam no quarto lugar, pularam para a vice-liderança do certame com 18 pontos. São 66,7% de aproveitamento, decorrentes de seis vitórias e três derrotas em nove jogos. Tem um jogo de menos em relação ao líder Internacional (20 pontos). Os artilheiros atleticanos marcaram 14 gols até agora e a defesa sofreu nove. O artilheiro do time é o segundo volante Alan Franco com três gols.

Na décima rodada, registrou-se a marcação de 27 gols. Na parte disciplinar, foram 47 cartões amarelos. Registraram-se também dez cartões vermelhos, fazendo da rodada a mais indisciplinada até agora. No balanço geral do certame — 93  jogos — foram marcados 225 gols, média de 2,4 por jogo. Também foram registradas 431 advertências com o cartão amarelo (4,6 por jogo) e mostrados 41 cartões vermelhos. Com oito gols, o Thiago Galhardo (Internacional) é o artilheiro do certame. No geral, a liderança em gols marcados é do Internacional e do Vasco Gama, cada um com quinze. As defesas menos vazadas são a do Internacional e a do Grêmio: seis. Os times mais “avermelhados” são o Ceará, o Corinthians, o Coritiba e o Santos F. C., com quatro cartões cada um. O time mais “amarelado”, o Sport, recebeu 31 advertências.

Resultados da rodada

Atlético PR   1 x 0   Coritiba
Santos   2 x 2   São Paulo
Fluminense   2 x 1   Corinthians
Grêmio   1 x 1   Fortaleza
Atlético   2 x 1   Bragantino
E. C. Bahia   0 x 1   Atlético GO
Ceará   2 x 0   Flamengo
Goiás   1 x 0   Internacional
Palmeiras   2 x 2   Sport Recife
Botafogo   2 x 3   Vasco da Gama
             

20200913 flu

Destaque
13/09/2020 — O destaque da décima rodada do Brasileirão 2020 foi o meia-armador Nenê Carvalho do Fluminense. Ele marcou os dois gols da vitória de dois a um sobre o Corinthians. Assumiu, assim, o quarto lugar na artilharia do certame com cinco gols. Nascido ANDERSON LUIZ DE CARVLHO no dia 19 de julho de 1981 na cidade de Jundiaí, começou a jogar em 1993 nas categorias de base do Paulista F. C. Depois de se profissionalizar, foi emprestado ao Palmeiras em 2002. No ano seguinte, transferiu-se para o Santos F. C. Entre 2004 e 2009, jogou na Espanha. Entre 2010 e 2012, defendeu o PSG na França. Voltou para o Brasil em 2015, depois de uma leve passagem pelo futebol inglês. Antes de chegar ao Fluminense, esteve no Vasco (2015-2018) e no São Paulo (2018-2019).