banner-topo

A nova grade curricular das escolas estaduais

GeraldoAlckmin in1O governo do Estado de São Paulo voltou atrás da decisão de diminuir a carga horária das aulas de matemática e língua portuguesa no ensino médio do período noturno. A mudança foi uma decisão do governador Geraldo Alckmin (foto, PSDB), segundo a Secretaria Estadual de Educação. A nova grade curricular para 2012, agora alterada, havia sido divulgada no Diário Oficial do Estado no sábado.

A redução na carga horária de matemática e português havia sido amplamente criticada quando as primeiras informações sobre as possíveis mudanças na grade curricular surgiram, em setembro deste ano. Alckmin, na época, reagiu contra a mudança e declarou ser favorável exatamente ao contrário. “Se pudéssemos, deveríamos aumentar as aulas de português e matemática”, disse ele. Apesar da declaração do governador, a Secretaria de Educação alterou a grade com a publicação da resolução, mas teve de voltar atrás. “A alteração feita com base na orientação do governador Geraldo Alckmin mantém o espírito da reformulação da grade curricular que foi elaborada pela Secretaria da Educação”, defendeu, em nota, o secretário adjunto, João Cardoso Palma Filho.

A nova grade trazia um reforço do ensino das disciplinas de sociologia, filosofia e artes. Além da diminuição de português e matemática no período noturno, a resolução da secretaria previa também uma redução na carga horária das disciplinas de geografia e história para os alunos do período diurno. Essa alteração, por sua vez, será mantida para esse período. A resolução publicada no sábado estabelecia para o ensino médio noturno a redução de quatro para três aulas de língua portuguesa, na 2.ª série, e de quatro para três aulas de matemática, nas 1.ª e 3.ª séries. A mudança ocorreria para que os alunos tivessem duas aulas semanais de filosofia e sociologia nos três anos.

Com a nova mudança dos planos da secretaria, a carga horária semanal no ensino nédio será ampliada para 30 horas – e não mais 27. Serão reduzidas de duas para uma aula semanal as disciplinas de filosofia (1.ª série) e de sociologia (2.ª série), que constavam na resolução de sábado. Mesmo com as mudanças, essas disciplinas terão maior carga horária a partir do ano que vem. Sociologia, que era ministrada uma vez por semana em cada série, passa agora a ter duas aulas semanais nas 1.ª e 3.ª séries. Filosofia, que tinha duas aulas semanais na 1.ª série e uma nas 2.ª e 3.ª séries, passará a ter uma na 1.ª série e duas nas demais. Os alunos do ensino médio ainda terão mais aulas de Artes. Antes ausente da grade do 3.º ano, a secretaria incluiu mais duas aulas semanais neste ano.

O aumento das aulas de português e matemática não ficará restrito para o ensino médio. No ciclo 2 do ensino fundamental (entre 6.º e 9.º ano), o total de aulas de matemática passará de cinco para seis semanais – tanto no período diurno como no noturno. Nesse mesmo ciclo, as aulas de língua portuguesa terão esse mesmo aumento em todos os anos, exceto no 9.º ano, que continuará com cinco aulas. A exemplo do ensino médio, a carga horária semanal será ampliada de 27 para 30 horas. As novas mudanças foram publicadas nesta quarta-feira, 21/12/2011, no Diário Oficial do Estado (fonte: Estadão).


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados