Varejo & IBGE
vendas no varejo1

10/01/2018 — Em novembro de 2017, o comércio varejista nacional registrou aumento de 0,7% no volume de vendas frente ao mês imediatamente anterior, na série com ajuste sazonal, compensando dessa forma o decréscimo de 0,7% registrado em outubro. Com isso, o indicador de média móvel trimestral ficou praticamente estável (0,1%). Na série sem ajuste sazonal, no confronto com igual mês do ano anterior, o comércio varejista apontou crescimento de 5,9% em novembro de 2017, oitava taxa positiva seguida e a segunda maior registrada de 2017. O volume de vendas no acumulado de janeiro-novembro foi de 1,9%. O acumulado nos últimos 12 meses, subiu 1,1% em novembro de 2017, mantém trajetória ascendente iniciada em outubro de 2016 (-6,8%).

No comércio varejista ampliado, que inclui, além do varejo, as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção,  o volume de vendas avançou 2,5% em relação a outubro de 2017, variação superior ao recuo registrado no mês anterior (-1,7%). Com isso, a média móvel trimestral voltou a mostrar variação positiva: 0,6% no trimestre encerrado em novembro. Frente a novembro de 2016, o volume de vendas no varejo ampliado subiu 8,7%, sétima taxa positiva consecutiva, acumulando 3,7% no ano e 2,6% nos últimos 12 meses. Cinco das oito atividades pesquisadas tiveram variação positiva de outubro para novembro: “outros artigos de uso pessoal e doméstico” (8%), “móveis e eletrodomésticos” (6,1%),  “livros, jornais e papelaria” (1,4%), “artigos de saúde, perfumaria e cosméticos” (1,2%), “produtos alimentícios e bebidas” (0,8%).

Frente a novembro de 2016, os resultados das vendas no comércio varejista foram positivos em 23 das 27 unidades da federação, com destaques, em termos de magnitude, para Santa Catarina (15,7%), Rio Grande do Sul (14,8%) e Mato Grosso (14,2%). Quanto à participação na composição da taxa do varejo, destacaram-se: São Paulo (4,7%) e Minas Gerais (12,6%). Quanto ao comércio varejista ampliado, 25 dos 27 estados apresentaram variações positivas na comparação com o mesmo período de 2016, com destaque, em termos de volume de vendas, para Rio Grande do Sul (20,9%), Santa Catarina (19,4%) e Amazonas (19,1%). Quanto à participação na taxa do varejo ampliado, destacaram-se São Paulo (6,4%), Rio Grande do Sul (20,9%) e Santa Catarina (19,4%). Os dados são do IBGE.


 

Sinopses

origem2017
extraordinario1

Notícias Especiais

acoes 2018 02 21
oitavas
rodada8
minas x franca
mega sena
20180217 flamengo x bauru
gatas do mes

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados