banner-topo

O egípcio Youssef Ziedan lança no Brasil a sua alegoria sobre o anjo/demônio bíblico Azazel

azazel-livro1As Tentações do Demônio

30/01/2015 — Já está nas livrarias a obra “Azazel”, romance histórico do escritor egípcio Youssef Ziedan. Ambientada no século V d.C., a história conta a viagem de Hepa, monge copta, do Alto Egito até Alexandria e depois à Síria durante um período de muita agitação nos primórdios do cristianismo. Tentando resistir às tentações infligidas pelo demônio Azazel, o personagem aprende que o prazer físico e a iluminação espiritual podem ser os dois lados da mesma moeda. Segundo a crítica, o autor tem “uma prosa brilhante que reflete a beleza árida da paisagem síria”. O livro destaca como a história da civilização tem sido marcada pela ganância e pela avareza desde o início dos tempos. Conta também como a crença de um homem é desafiada não só pela malícia do diabo, mas também pela corrupção da igreja primitiva.

azazel1O “Anjo” Azazel
AZAZEL
é o nome atribuído a um anjo, que seria encarregado da tarefa de levantar as faltas humanas e as enumerar perante o Tribunal Divino, durante o julgamento anual da humanidade. É, por outro lado, uma figura misteriosa, que aparece três vezes na Bíblia Hebraica, relacionado expressamente com o ritual do Yom Kipur, quando, na época do Templo de Jerusalém, um bode era sacrificado para o criador e outro era ofertado a ele, sendo este último animal encaminhado ao deserto. É comumente conhecido como o responsável pelo pecado da ira entre os Sete Príncipes do Inferno (que correspondem aos sete pecados). De acordo com a história bíblica, liderou um grupo de duzentos anjos que desceu à Terra para viver entre os humanos.

y-ziedan1Youssef Ziedan
Nasceu no dia 30 de junho de 1958, na cidade de Sohag, Egito. Ainda criança, mudou-se para Alexandria, onde realizou os seus estudos. Especializou-se no sufismo, filosofia que abrange o ambiente mítico do islamismo. Outra dimensão do seu trabalho é o estudo da história da medicina islâmica. A ênfase é sobre o imenso patrimônio científico deixado pelos árabes ao longo da história. Também fez traduções, comentários e anotações das obras de Hipócrates, considerado o pai da medicina, e de Galeno, que viveu na época do Império Romano. Por outro lado, em decorrência do seu conhecimento profundo das religiões, começou a escrever, com muito sucesso, obras de ficção. Em 2009, ganhou o Prêmio Internacional de Ficção Árabe. Além de “Azazel” tem publicados “A Sombra da Serpente” e “O Nabatean”.



© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados