kazuo ishiguro japaoKazuo Ishiguro

05/10/2017 — Kazuo Ishiguro, autor japonês do livro “Os Vestígios do Dia”, vai receber o Prêmio Nobel de Literatura de 2017, anunciou a Academia Sueca. Pelo romance, ele já havia ganhado o Man Booker de 1989. O livro foi adaptado para o cinema em 1993 e indicado para o Oscar de 2004. A Academia Sueca elogiou a habilidade do autor em desvendar “o abismo sob nosso senso ilusório de conexão com o mundo”. O prêmio equivalente a US$ 1,1 milhão marca um retorno a uma interpretação mais tradicional de literatura, depois de ter sido concedido ao cantor e compositor norte-americano Bob Dylan, em 2016. Embora japonês, o laureado mora na Inglaterra desde os cinco anos.

Kazuo Ishiguro começou a chamar atenção nos anos 1980 com a obra “A Pale View of the Hills” (“Uma Vista Pálida das Colinas”). Alcançou fama global com o livro “Os Vestígios do Dia”, lançado no Brasil em 1989. É a história de um mordomo exigente e reprimido no Reino Unido, após a Segunda Guerra Mundial. A versão cinematográfica foi estrelada pelo Anthony Hopkins e pela Emma Thompson. Agora, o japonês se junta a nomes como Alexander Solzhenitsyn, Doris Lessing e Ernest Hemingway e outros famosos como vencedor do o prêmio literário mais prestigioso do mundo. Com o anúncio do prêmio, a crítica especializada elogiou a Academia Sueca por ter “voltado aos trilhos”. O meio literário viu como uma desfeita a entrega do prêmio de 2016 a um compositor popular (Bob Dylan).

Nobel de Literatura
PRÊMIO NOBEL DE LITERATURA — É concedido anualmente desde 1901. É atribuído a um autor de qualquer nacionalidade que tenha produzido trabalho relevante  numa direção ideal, na qual expõe o seu estilo, as suas filosofias e a sua mentalidade. Quem escolhe o laureado é a Academia Sueca. Para muitos,  esse o maior e mais distinto prêmio que um escritor ou uma escritora pode receber no ramo em que atua. Até 2017, foram entregues 114 prêmios. O primeiro a ganhar, em 1901, foi o francês Sully Prudhomme, tendo em vista o elevado idealismo das suas poesias. A França é, também, a maior vencedora, com 14 troféus (12,3%). No segundo lugar aparecem os Estados Unidos, com 11, e, no terceiro, a Alemanha, com 10. Completam o “top cinco”  a Suécia, com nove, e o Reino Unido, com oito.

Últimos Vencedores
2017 Kazuo Ishiguro (Japão)
2016 Bob Dylan (Estados Unidos)
2015 Svetlana Alexijevich (Bielorrússia)
2014 Patrick Modiano (França)
2013 Alice Munro (Canadá)
2012 Mo Yan (China)
2011 Tomas Tranströmer (Suécia)
2010 Mario Vargas Llosa (Peru)

Clique AQUI para ver a lista completa


 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados