hostgator coupon black friday
20 de Julho — Judy, uma gata do homem-formiga

20 de Julho — Judy, uma gata do homem-formiga

O destaque desta data (20/07) vai para a atriz americana JUDY GREER, que está completando 43 anos. Ela começou a carreira em 1997 na televisão. Teve a primeira grande oportunidade no cinema, no filme “Adaptação”. Em 2011, foi indicada para o prêmio de melhor atriz coadjuvante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos, pelo filme “Descendentes”. Até 2018, são 129 créditos como atriz, um crédito como diretora e um crédito como roteirista. Atualmente está nos cinemas brasileiros com a fantasia “Homem-Formiga e a Vespa”, no qual interpreta a personagem Maggie. Clique no título para conhecer outras personalidades aniversariantes do dia.
Amada levou o sobrinho para a morte

Amada levou o sobrinho para a morte

Amada — Esposa do Latino, rei do Lácio, região onde seria, mais tarde, fundada a cidade de Roma. Pretendia casar a filha Lavínia com Turno, seu sobrinho, mas o marido, prevenido por oráculos, deu a filha ao Eneias. Hostil ao recém-chegado herói troiano, incitou o sobrinho a combatê-lo. Com isso, sem querer, levou o parente à morte. Quando soube do fato, suicidou-se. Clique no título para acessar o Dicionário de Mitologia.
Odhair Thristão: perfil

Odhair Thristão: perfil

ODHAIR THRISTÃO é jornalista e  bacharel em direito. Foi secretário municipal de Governo de Franca entre 2005 e 2008, chefe do controle interno da Prefeitura Municipal da mesma cidade entre 2005 e 2010 e secretário  adjunto de finanças entre 2009 e 2010.  Este site foi construído para discutir assuntos variados, em especial administração pública, cultura, esportes, personalidades, etc. Se o assunto não estiver na página frontal, procure-o com uma palavra-chave em “pesquisar”. Críticas, sugestões e correções são muito bem vindas. Clique no título para ver o perfil completo do autor.
20 de Julho — Judy, uma gata do homem-formiga
20 de Julho — Judy, uma gata do homem-formiga
Amada levou o sobrinho para a morte
Amada levou o sobrinho para a morte
Odhair Thristão: perfil
Odhair Thristão: perfil

abante ft1Abante

Há cinco versões sobre esse mito. Na principal delas, ele foi rei da cidade de Argos. Era filho do Linceu e da Hipermnestra. Por conseguinte, era neto do Dânao, considerado um dos reis históricos da cidade. Do seu casamento com Aglaia — uma das três graças —, teve os gêmeos Preto e Acrísio, que viriam a lutar pelo trono depois da sua morte. Num dos demais mitos, aparece como filho do deus Poseidon (Netuno para os romanos) com a ninfa Aretusa. Noutra versão, ele é filho da Hipotoeme e Metanira. Nesse mito latino, por ter zombado da deusa Ceres, foi transformado em lagarto. Aparece, ainda, numa quarta versão, como companheiro do Diomedes, que seria o rei de Argos. Na tradição menos comentada, ele é filho de Melampo, que viveu  e foi rei em Argos.

A cidade de Argos é famosa na antiguidade. Situa-se na Península do Peloponeso. Foi a primeira grande cidade grega a se destacar no comércio do Mar Mediterrâneo Oriental, particularmente com a Fenícia. Segundo o historiado Eusébio de Cesareia, a partir dos livros do Castor de Rodes, o primeiro rei foi Ínaco, que reinou por cinquenta anos, seguido pelo Foroneu, que reinou por sessenta anos. Baseando-se nestes números, Jerônimo de Estridão calculou o início do reinado de Ínaco em 1857 a.C. Isaac Newton, em sua revisão da cronologia antiga, colocou a fundação da cidade bem mais tarde: em 1080 a.C. Na era homérica, pertenceu a um súdito do Agamenon e deu nome à região que a cerca — a Argólida — conhecida como Argeia pelos romanos.

Alguns dos reis mitológicos de Argos foram: Ínaco, Foroneu, Argos, Agenor, Tríopa, Iaso, Crotopo, Estenelo, Pelasgo, Dânao, Linceu, Abante, Acrísio, Proteu, Megapentes, Perseu, Argeu e Anaxágoras. Posteriormente três reis passaram a governar separadamente: Bias, Melampo e Anaxágoras. Melampo foi sucedido pelo filho Mâncio, depois Óicles e Anfiarau. A linhagem do Melampo durou até os irmãos Alcmeão e Anfíloco, que lutaram na Guerra de Tróia. Bias teve como sucessor o filho Talau. Anaxágoras foi sucedido pelo filho Aletor. Ífis, que veio depois, deixou o reino para o sobrinho Estenelo, filho do seu irmão Capaneu. Esta linhagem durou mais que as de Bias e Melampo. Tempos depois, o reino foi reunido sob o domínio do Cianipo.


Mais Recentes

UP TOGGLE DOWN

Notícias Especiais

recorte2mascote4
bandeira1escudo15a
mega sena
franca noticias1
info frontal1
gatas do mes

A Gata do Dia

20 Judy Greer

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados