Imprimir
Categoria: Mitos Gregos
Acessos: 220

02Eneu

ENEU foi rei da cidade de Calidão na Região da Etólia na Grécia. Era filho do Porteu e da Eurite (ou Eriteia). Esposou a Alteia, filha do Téstio, rei da cidade de Plêuron, também na Etólia. Com ela, teve numerosa prole: Toxeu, Clímeno, Meléagro, Gorge, Dejanira e, segundo alguns autores, a Melanipa. Para o mito, a mais importante é a filha Dejanira, que se tornaria esposa do  Héracles (Hércules para os romanos). Após o suicídio da Alteia, casou-se com a Peribeia, filha do Hipônoo, rei da cidade de Oleno. Dessa união nasceu o Tideu. Este ficaria famoso mais tarde como herói da expedição “Sete Contra Tebas”.

De acordo com a tradição, o Eneu foi o causador involuntário do flagelo que atingiu a cidade de Calidão durante o reinado. Ele se esqueceu de mencionar o nome da deusa Afrodite nos sacrifícios do fim de uma colheita. A deusa, como castigo, enviou um terrível javali para devastar a região. A situação só foi contornada com a chegada do Héracles (Hércules), cujo trabalho imposto pela deusa Hera era justamente matar o famoso Javali de Calidão. Morto o monstro, o herói recebeu como recompensa a mão da Dejanira em casamento. Assim, como sogro do Héracles, o Eneu se ligou a numerosas façanhas dele. Já velho, foi despojado do poder pelos filhos do irmão Ágrio. Noutra tradição menos abonada, o Eneu era filho do Egito. Nessa condição, teria se casado com a danaide Podarce.

Calidão

A cidade foi fundada pelo herói homônimo, filho do Étolo e da Pronoe, filha do Forbo. O episódio mais importante da cidade, a caçada a um javali gigante, teve a participação de vários heróis gregos. A caçada ocorreu durante o reinado do Eneu, filho do Porteu. Ágrio, outro filho do Porteu, vendo que o Eneu não tinha filhos vivos, tomou o reino para si. Depois da Guerra de Troia, o Diomedes, filho do Tideu, sabendo que o avô havia sido expulso do reino, uniu-se ao Estênelo, filho do Capaneu, e lutou com o Licopeu, filho do Ágrio. Matou o primo e re-entregou o reino ao Eneu. Nos registros históricos, está assentado que o Agesilau 2.º, rei da cidade de Esparta, socorreu Calidão quanto esta foi atacada pelos vizinhos arcananianos.