emprego 2017 balanco info

No mês de novembro, as empresas formalizadas de Franca fecharam 1.293 postos de trabalho, segundo os dados publicados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho. O número é o saldo do confronto das 2.471 admissões e das 3.764 demissões registradas no mês. O Caged demonstra que, no acumulado, a cidade está no “azul”. Entre janeiro e novembro deste ano, foram contratadas 40.814 pessoas e demitidas 35.894, gerando o saldo positivo de 4.920 novas vagas. Esse saldo é 3,45% maior do que o registrado no mesmo período de 2016. No ano passado, foram 4.756 novas vagas nos primeiros 11 meses do ano. Em novembro, dos grandes setores, somente o comércio e a agropecuária, com 117 e 80 novas vagas, fecharam positivamente. A maior contribuição para o saldo negativo do mês veio da indústria calçadista, que fechou 1.153 vagas (89,17% do total).

sapatos masculinos ft1Acumulado 2017
INDÚSTRIA DE CALÇADOS  + 2.492
SERVIÇOS  + 984
INDÚSTRIA (OUTROS)  + 764
COMÉRCIO  + 411
CONSTRUÇÃO CIVIL  + 219
AGROPECUÁRIA  + 136
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA  - 89

A Cidade De São Paulo
08/12/2017 —De acordo com os dados consolidados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, a cidade de São Paulo fechou, em novembro, 2.816 postos de trabalho, saldo do confronto das 113.998 admissões com as 116.814 demissões registradas no Ministério do Trabalho. Dos grandes setores, apenas o comércio fechou positivamente o mês, contratando mais 2,7 mil trabalhadores. O setor mais negativo na capital paulista foi o da construção civil, com o fechamento de 2.402 vagas, seguido da indústria, que fechou 2.349 postos de trabalho. No acumulado de janeiro a novembro, porém, São Paulo apresenta um quadro positivo. No período, foram contratados 1.378.662 trabalhadores e foram demitidos 1.368.791, gerando o saldo de 9.871. A capital, no total, conta com 4,1 milhões de empregos formais, distribuídos por 799,7 estabelecimentos registrados.

Emprego Formal No Brasil
27/12/2017 — O saldo de empregos formais no Brasil em novembro ficou negativo, com redução de 12.292 vagas. Em relação a outubro, houve redução de 0,03%, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, divulgado nesta quarta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho. Os dados já consideram as novas formas de contratação estabelecidas na reforma trabalhista. O resultado considera 1.111.798 de admissões contra 1.124.090 de desligamentos. No acumulado do ano, o saldo é de 299.635 empregos, com expansão de 0,78% em relação a dezembro de 2016. Nos últimos 12 meses, o saldo é negativo, com redução de 178.528 postos de trabalho, uma retração de 0,46%. No Estado de São Paulo foram fechadas 17.611, saldo negativo decorrente das 327.554 admissões e das 345.165 demissões.

O Desempenho De Franca Em 2016
22/01/2017 — O Cadastro Geral de Empegados e Desempregados do Ministério do Trabalho divulgou os números relativos ao mercado formal do emprego no mês de dezembro. Em Franca, no mês, foram admitidos 1.662 e demitidos 7.078, gerando um saldo negativo de 5.416 vagas. O número é 283% maior que o verificado no mês anterior (1.414) e 27,9% menor na comparação com o mesmo mês de 2015. No acumulado do ano, as empresas francanas fecharam 660 vagas. Em 2015 foram 4.385. Em Ribeirão Preto, as vagas de emprego fechadas foram 3.650 em 2016 No Estado de São Paulo, 401.552 trabalhadores perderam os empregos e não conseguiram a recolocação. No Brasil, foram 1,4 milhão.

O desempenho da indústria de calçados foi o que mais pesou nas perdas de vagas em dezembro de 2016. As fábricas de Franca contrataram apenas 172 trabalhadores e demitiram 4.196, gerando um saldo negativo de 4.024 vagas: 74,3% do total do saldo negativo. No acumulado do ano, o setor fechou 382 postos de trabalho, contra 2.742 fechadas em 2015. Na série histórica do Caged de Franca, o melhor ano para o setor de calçados desde 2007 foi 2010, quando houve a criação de 2.646 novas vagas. Em Ribeirão Preto, em 2016, as 24 fábricas de calçados formalizadas fecharam 16 vagas. No Estado de São Paulo, as calçadistas fecharam, no ano, 1.902 postos de trabalho. No país, entretanto, o saldo é positivo: 3.668 novas vagas criadas. Segundo o Caged, o estado conta com 5.077 empresas calçadistas. No Brasil, 17.131.

emprego 201612_balancoFranca Por Setores (2016)
ADMININSTRAÇÃO PÚBLICA: - 75
AGROPECUÁRIA: + 131
COMÉRCIO: - 637
CONSTRUÇÃO CIVIL: - 462
INDÚSTRIA: - 484
SERVIÇOS: + 878
OUTROS: - 12


 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados