psm1Saúde

17/06/2019 — Nos primeiros quatro meses deste ano foram realizados 126.418 procedimentos nos pronto-socorros “Álvaro Azzuz” e Infantil, de Franca, média de 31.604. Relatório da Secretaria de Saúde informa que 42% dos atendimentos neste período foram de urgência e emergência (138.445), 35% na atenção básica (116.045) e 23% na atenção especializada (75.820). De acordo com os dados, há demanda para o aumento desses números. Além da rede pública, a Prefeitura de Franca tem convênio com a Santa Casa para atendimentos nas áreas da ortopedia e ginecologia. A Secretaria da Saúde diz que o número de médicos é insuficiente. Atualmente, há uma defasagem de mais de cem profissionais. A razão seriam os “baixos salários” pagos pela cidade.

Franca & Caixa
04/06/2019 — A Prefeitura de Franca pagou à Caixa Econômica Federal a quantia de R$ 1,563 milhão em maio. Esse valor é 9,94% maior do que o verificado em maio de 2018, quando os pagamentos registraram R$ 1,422 milhão. No acumulado de cinco meses deste ano, o município já repassou para o banco público o total de R$ 8,847 milhões. No mesmo período do ano passado foram R$ 8,396 milhões. Houve um crescimento de 5,37% nos repasses de um período para o outro. Os valores correspondem, entre outros contratos, ao recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviços, valores descontados na folha dos servidores, e amortização de dívidas. Também tem um contrato de R$ 610 mil para o recebimento de tributos através da rede lotérica.

20180928Alexandre
22/05/2019 — O juiz da Vara da Fazenda Pública de Franca aceitou denúncia de improbidade administrativa contra o ex-prefeito Alexandre Ferreira. O político está sendo acusado de irregularidades na construção de quatro creches. Essas irregularidades teriam levado a um prejuízo de quase R$ 600 mil aos cofres públicos. Na sentença, após rechaçar todas as preliminares dos advogados de defesa, o juiz diz que há indícios fortes que levam à aceitação da denúncia. Na denúncia, o Ministério Público Estadual destrincha o esquema de desvio dos recursos, com a participação de duas empresas e outros servidores públicos. O MP fixou o valor da ação em R$ 2,294 milhões. Os bens do Alexandre Ferreira estão bloqueados.

EMDEF
16/05/2019 — A Empresa Municipal Para o Desenvolvimento de Franca anda mal das pernas. De acordo com as demonstrações financeiras publicadas no Diário Oficial do município, teve um prejuízo operacional de R$ 1,393 milhão em 2018. Em 2017, o desempenho da empresa já havia sido muito pobre, com um pequeno lucro de R$ 315.755,61. Os números demonstram que, no ano passado, a EMDEF registrou uma receita bruta de R$ 16,3 milhões. Em 2017, essa receita esteve em R$ 17,7 milhões, queda de 7,90% de um ano para o outro. A companhia é uma empresa pública, cujo capital é 100% da Prefeitura de Franca. Ela foi constituída para prestar serviços ao município em diversas áreas, com destaque para os serviços de tapa-buracos e limpeza de córregos. Também administra o Aterro Sanitário e a fiscalização do trânsito.

servidorpublico charge1Servidores
22/04/2019 — Os quase cinco mil servidores públicos de Franca terão um reajuste salarial de 3,94%, segundo lei aprovada pela Câmara de Vereadores, publicada no Diário Oficial do Município. O aumento leva em consideração o Índice Nacional de Preços ao Consumidor acumulado nos últimos doze meses terminados em fevereiro. Segundo o acordo feito pelo Sindicato dos Servidores com a prefeitura, o vale-alimentação valerá R$ 450,00 no período de maio a setembro, R$ 470 entre outubro e dezembro e R$ 500,00 entre janeiro e abril de 2020. Além disso, a lei determina o abono escolar de R$ 285,00. O impacto do reajuste no orçamento é de R$ 1,305 milhão. Em 2018, o aumento nominal foi de 1,81%.

Hospital Regional
20/04/2019 — O Hospital Regional de Franca, uma empresa sociedade anônima de capital fechado, publicou as demonstrações financeiras relativas a 2018, como determina a Agência Nacional de Saúde. De acordo com os dados, o hospital teve lucro líquido de R$ 2,434 milhões. O resultado é 116,7% no comparativo com o registrado em 2017, de R$ 1,123 milhão. A instituição fechou o ano passado com um patrimônio líquido de R$ 18,4 milhões, crescimento de 14,4% sobre o patrimônio de 2017, de R$ 16,1 milhões. Foi registrado um crescimento de 12,7% na planta de usuários dos planos de saúde. De 88,3 mil usuários em 2017, a planta subiu para 99,5 mil. O Hospital Regional, segundo o relatório, oferece oitenta leitos e tem capacidade para realizar até 24 cirurgias eletivas e doze partos por dia. O capital social está consolidado em 10,9 milhões de ações a R$ 1,00 a unidade.

pestalozzi1Pestalozzi
29/03/2019 — A Fundação Educandário Pestalozzi é uma das mais tradicionais instituições de Franca. Segundo as demonstrações contábeis de 2018, fechou o ano passado com patrimônio líquido de R$ 79,4 milhões. No final de 2017 eram R$ 77,8 milhões, representando um crescimento de 2,06% de um período para o outro. Os números do balanço indicam para 2018 uma receita líquida de R$ 20,2 milhões, menos 2,88% do que a verificada em 2017, de R$ 20,8 milhões. Mesmo assim, a entidade reportou lucro (superávit) de R$ 2,016 milhões, menos 29,2% em relação ao ano anterior, de R$ 2,848 milhões. A Pestalozzi tem duas unidades, uma na Cidade Nova e outra no Distrito Industrial. Em 2018 atendeu 1.818 alunos na educação básica.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados