cigarros caminhoes1Apreensões

04/05/2020 — A Receita Federal apreendeu R$ 765,1 milhões em mercadorias no primeiro trimestre de 2020. O resultado nominal é 10% maior do que o registrado nos três primeiros meses de 2019. Como de costume, as apreensões de cigarros falsificados ou introduzidos irregularmente no país responderam pelo maior valor dentre as mercadorias apreendidas. No total, foram retidos R$ 242,9 milhões em cigarros. Outros itens que tiveram quantidades significativas de apreensões foram os eletroeletrônicos (R$ 79,3 milhões), itens de vestuário (R$ 77,2 milhões) e óculos de sol (R$ 41,1 milhões). Produtos de circulação proibida tais como mercadorias falsificadas ou com potencial lesivo à saúde são destruídos. Os demais produtos podem ser levados a leilão, doados a entidades beneficentes ou incorporados pelos órgãos públicos.

Desemprego
29/04/2020 — Dados divulgados pelo Ministério da Economia nesta terça-feira (28) mostram que os pedidos de seguro-desemprego no país aumentaram 11,1% em março em relação a fevereiro. Tiveram novo salto de 13,8% na primeira quinzena de abril sobre o mesmo período de março. O resultado, segundo os analistas, decorre das dificuldades econômicas criadas pela pandemia do Covid-19. Em março, foram apresentados 536,8 mil pedidos de seguro-desemprego e, na primeira quinzena de abril, 267,7 mil. Os dados demonstram, porém, que, no acumulado do ano, os pedidos de seguro-desemprego caíram 7,4% até a primeira quinzena de abril. No dia 15, os requerimentos totalizaram 1,856 milhão. No mesmo período do ano passado foram 1,718 milhão. Acredita-se que, na virada de abril, esses números se inverterão.

salário minimo1Mínimo
16/04/2020 — O Governo Federal propôs um salário mínimo de R$ 1.079 para 2021, segundo projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias, divulgado pelo Ministério da Economia. O valor é R$ 34,00 maior do que o atual, de R$ 1.045,00. O reajuste, se aprovado pelo Congresso Nacional, entrará em vigor em janeiro de 2021, com pagamento a partir de fevereiro. Nas estatísticas oficiais, o salário mínimo serve de referência para quarenta e nove milhões de trabalhadores no Brasil. Para os anos seguintes (Plano Plurianual), o governo propôs um salário mínimo de R$ 1.120,00 em 2022 e de R$ 1.160,00 em 2023. Esses valores poderão ser alterados posteriormente. De acordo com a lei, o mínimo deve ser corrigido pelo INPC do ano anterior.

Arrecadação
15/04/2020 — A arrecadação federal caiu. Somou R$ 109,7 bilhões em março, segundo os dados divulgados pela Receita Federal. O valor representa impostos e contribuições federais.  Houve queda em comparação com o mês anterior e com o mesmo mês 2019. Em fevereiro deste ano, a arrecadação foi de R$ 116,4 bilhões. Já em relação a março de 2019, a queda nominal foi de 0,12%, com arrecadação de R$ 109,8 bilhões no período. Segundo o relatório, a arrecadação de março reflete o movimento econômico observado em fevereiro. Por isso, as medidas de distanciamento social implementadas por causa do coronavírus ainda não tiveram impacto na arrecadação federal. Esse impacto será verificado nos balanços de abril em diante.

selic logo2Juros
06/02/2020 — O Banco Central reduziu a Taxa Selic em 0,25%, baixando os juros oficias para a nova mínima histórica de 4,25% ao ano. O BC indicou expressamente, porém, o fim do ciclo de cortes na taxa básica de juros. Segundo os técnicos, os ajustes já feitos vão surtir efeito duradouro na economia. A decisão vem após outros quatro cortes feitos anteriormente, de 0,5%, a partir de julho do ano passado. O controle dos juros feitos pelo Banco Central objetiva, principalmente, manter a inflação oficial dentro da meta. Os juros oficiais nesse patamar histórico mais baixo também beneficiará os setores produtivos, principalmente a construção civil. Para os pequenos poupadores na Caderneta de Poupança, porém, a Selic baixa não é um bom negócio.

Balança
03/01/2020 — O Brasil registrou em 2019 superávit comercial (diferença entre exportações e importações) de US$ 46 bilhões. O resultado é 20,5% inferior ao apurado no ano passado, US$ 58 bilhões, e representa o menor desempenho desde 2015, quando o saldo marcou U$S 19,5 bilhões. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Secretaria de Comércio Exterior do Governo Federal. Entre janeiro e novembro de 2019, as exportações somaram US$ 239,26 bilhões, queda de 7,5%, pela média diária, em relação ao ano anterior (2018). No acumulado do ano passado, as importações somaram US$ 177,34 bilhões, queda de 3,3% sobre as compras internacionais em 2018. A soma das importações e das exportações alcançou a cifra de US$ 401,3 bilhões em 2019.

escolas militares1Militares
21/11/2019 — Em portaria publicada no Diário Oficial da União, o Ministério da Educação regulamenta a instalação de 54 escolas cívico-militares no Brasil em 2020, com caráter de “modalidade piloto”. O governo tem o plano de instalar o projeto em 216 escolas até 2023. As unidades escolhidas ainda não foram divulgadas. O plano prevê a atuação de militares na gestão de colégios públicos já existentes. No mês de setembro, todos os estados foram chamados para indicar duas escolas à primeira etapa do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares. A seleção das escolas dará preferência para aquelas com alunos em situação de vulnerabilidade social e aquelas que estejam mal no Índice Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados