domitilaDomitila”, Uma Biografia

06/09/2017 — A Marquesa de Santos, nascida Domitila de Castro, é uma das personagens mais controversas da história do Brasil. Agora mesmo, ela está sendo revivida na novela “Novo Mundo”, na faixa das 18 horas da TV Globo, pela atriz Agatha Moreira. Paralelamente, já se encontra nas livrarias a obra “Domitila”, uma biografia escrita pelo historiador Paulo Rezzutti. Publicado pela Geração Editorial, o livro tem 390 páginas e preço sugerido de R$ 56,90. O autor conta a história da marquesa desde o seu nascimento, na cidade de São Paulo, passa, mais tarde, por um casamento desastroso, até cair nos braços do Dom Pedro I, o príncipe regente. Além do texto histórico, o livro traz um levantamento iconográfico e documental, com fotos da personagem, seu testamento, inventário de joias e cartas.

marquesa de santos1Marquesa de Santos
DOMITILA DE CASTRO CANTO e MELO nasceu no dia 27 de dezembro de 1797 e morreu no dia 3 de janeiro de 1867, na cidade de São Paulo. Filha de João de Castro Canto e Melo, o primeiro Visconde de Castro, e de Escolástica Bonifácia de Oliveira Toledo Ribas, pertencia uma tradicional família paulista. Casou-se aos quinze anos com o alferes mineiro Felício Pinto Coelho de Mendonça, com quem teve três filhos. Conseguiu a anulação do casamento e manteve uma relação amorosa com o imperador Dom Pedro I, que durou sete anos. O imperador transferiu a família dela para a corte, causando escândalo na sociedade carioca.

Durante o tempo em que ficaram juntos, monopolizou os favores do soberano e logo entrou em conflito com o presidente do Conselho de Ministros, José Bonifácio de Andrade e Silva. Por influência dela, o político santista foi exilado na França. Dom Pedro I, apaixonadíssimo, fez dela Dama do Paço, viscondessa e, finalmente, Marquesa de Santos. A relação amorosa foi abalada quando, depois da morte da imperatriz Maria Leopoldina, em 1826, o imperador “acertou” um segundo casamento, desta feita com a Duquesa de Leuchtemberg, Amélia Beauharnais. Em 1829, grávida do quinto filho de Dom Pedro, rompeu o romance e voltou para São Paulo. Tempos depois, casou-se com o militar Rafael Tobias de Aguiar.

maite-marquesa1Ao todo, teve 14 filhos. A sua vida foi retratada em várias obras, com destaque para a minissérie A Marquesa de Santos, exibida pela Rede Manchete, em 1984, quando foi interpretada pela atriz Maitê Proença. Em 2000, foi lançada a ópera de câmara Domitila, com música e libreto do compositor carioca João Guilherme Ripper. O espetáculo para soprano e três músicos (clarineta, violoncelo e piano) trata das cartas de amor entre ela e Dom Pedro. A ópera foi apresentada em São Paulo, no Rio e em Petrópolis. Em 2010, foi reencenada e apresentada em várias cidades do Brasil, através de um programa da Fundação Nacional da Arte (Funarte).


 

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados