joaquim-nabuco1Joaquim Nabuco

JOAQUIM AURÉLIO BARRETO NABUCO DE ARAÚJO nasceu no dia 19 de agosto de 1849, na cidade do Recife, Pernambuco. Morreu no dia 17 de janeiro de 1910, na cidade de Washington, Estados Unidos.

Entrou para a carreira diplomática em 1876 com a nomeação para o cargo de adido para a Legação Brasileira em Washington, Estados Unidos. Em 1879, voltou ao Brasil para exercer o mandato de deputado federal por Pernambuco. Foi o principal líder parlamentar abolicionista. Defendeu a extinção da escravatura na imprensa, provocou discussões na sociedade e pediu audiência ao papa Leão XIII, que declarou o apoio da Igreja Católica à campanha antiescravagista. Viajou pela Europa de 1881 a 1884, voltando novamente ao Brasil quando foi novamente eleito deputado. Lutou contra a escravidão até a promulgação da lei da abolição em 1888.

Monarquista convicto, deixou a política após a proclamação da República em 1889. Em 1891 ajudou a fundar o Jornal do Brasil, do qual passou a ser redator-chefe. Convidado pelo governo republicano, ficou encarregado de diversas missões diplomáticas e chefiou a embaixada brasileira em Londres (Inglaterra) e Washington. Como escritor, destacou-se pelas obras históricas, entre elas O Abolicionista (1883), Balmaceda (1895) e Um Estadista No Império (1897—1899). Escreveu também a autobiografia Minha Formação (1900), considerado um clássico da literatura brasileira. Está entre as 500 personalidades históricas mais importantes do Brasil em todos os tempos, lista feita pelo Almanaque Abril, publicado em 2000. Em janeiro de 2010 a editora Companhia das Letras lançou a biografia Joaquim Nabuco, de autoria da cientista social Angela Alonso.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados