canudinhos2Canudinhos

13/07/2019 — O governador de São Paulo, João Doria sancionou, via Diário Oficial, a proibição do fornecimento de canudos plásticos em estabelecimentos comerciais de todo o estado. A lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa em junho. Segundo o novo regimento, os canudos plásticos serão substituídos por canudos de papel reciclável, material comestível ou biodegradável, embalados individualmente em envelopes  fechados feitos do mesmo material. A multa para o estabelecimento que descumprir a lei varia entre R$ 530,50 e R$ 5.036,00. A punição dobrará em casos de reincidência. Os valores provenientes das multas, segundo o texto legal, serão destinados a programas ambientais.

Calçados
05/07/2019 — O governador João Doria recebeu no Palácio dos Bandeirantes as lideranças do setor de couro e calçados dos polos industriais de Franca, Birigui e Jaú. Na ocasião, foi apresentado um plano de inovação do setor, que conta com o apoio da agência Desenvolve SP. Esse plano prevê linhas de crédito para financiamento da renovação do parque fabril, bem como suporte para pesquisa e desenvolvimento. A busca por uma equalização do estado no tratamento tributário também foi um dos assuntos tratados pelo governador. O governo se comprometeu a realizar estudos sobre todas as demandas solicitadas do setor, entre elas a redução do ICMS. São Paulo responde por oito por cento da produção e por dez por cento das exportações de calçados do país.

F1 logo1Fórmula 1
0/05/2019 — O governador de São Paulo, João Dória, afirmou que o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 deverá ficar na capital paulista. O presidente Jair Bolsonaro divulgou um projeto federal de construção de um autódromo no Rio de Janeiro para abrigar as corridas no Brasil. Entretanto, segundo o governador paulista, São Paulo tem um contrato com a empresa organizadora do evento até dezembro de 2020 e que as negociações para a renovação por mais dez anos estão em andamento. A briga entre São Paulo e Rio de Janeiro pela Fórmula 1 tem uma explicação: o turismo receptivo. Em 2018, 77,5% do público registrado no Autódromo de Interlagos foram de visitantes estrangeiros. O volume de negócios ultrapassou os R$ 300 milhões.

drone1Drones
13/04/2019 — O governador de São Paulo, João Doria, anunciou a implantação de um programa de vigilância da Polícia Militar através de drones, o Dronepol. O governo paulista vai comprar 208 drones para o programa, investimento estimado em mais de R$ 6,3 milhões. A licitação pública para a aquisição será realizada ainda no primeiro semestre. A entrega dos equipamentos deverá acontecer até outubro. A justificativa para a medida é que o custo operacional de um drone é 140 vezes menor do que o de um helicóptero. Além disso, a funcionalidade e a eficiência chegam a ser superiores, tendo em vista que o drone pode fazer voos em baixa altitude, segundo o governador João Dória em comunicado à imprensa.

Dória Governador

2018032220160927

28/10/2018 — Para o governo do Estado de São Paulo, o vencedor das eleições de 2018 foi o candidato do PSDB, João Dória. Ele conquistou, nas urnas, 10.990.350 votos, representando 51,75% dos válidos. O adversário do PSB, Márcio França, foi o preferido de 10.248.740 eleitores, representando 48,25% dos votos válidos. Os votos em branco foram 1.054.978 e os nulos, 3.543.394. O candidato vencedor perdeu a parada na capital do estado, onde o candidato perdedor obteve 3.393.092 votos, representando 58,10%. O peessedebista ficou com 2.447.309 votos, representando 41,90%. Entre 645 cidades do estado, o Dória venceu em 393 e o França, em 252. O candidato do PSDB ganhou em Ribeirão Preto com 59,77%, representando 166.728 votos, e em Franca, com 61,47%, representando 97.647 votos.

João Dória
JOÃO AGRIPINO DA COSTA DÓRIA JÚNIOR nasceu no dia 16 de dezembro de 1957, na cidade de São Paulo. Filho de um político cassado pelo regime militar, teve de morar na cidade de Paris, França, quando criança. Com treze anos de idade, começou a trabalhar na fábrica de fraldas que a mãe montara em São Paulo, após o retorno ao país. O pai retornaria ao Brasil somente em 1974, como diretor de uma exportadora de vinhos. Por intermédio dele, em 1977, conseguiu um estágio numa famosa agência de publicidade. Na faculdade, formou-se em comunicação social. Logo, assumiu um cargo de direção na TV Tupi de São Paulo. Mais tarde, criou a própria agência de publicidade, tornando-se um dos profissionais mais requisitados do país. Ficou famoso com a apresentação de programas de entrevistas, especialmente na TV Bandeirantes. Entre 1986 e 1988, foi presidente da Empresa Brasileira de Turismo. Rico e bom comunicador, elegeu-se prefeito de São Paulo em 2016, no primeiro turno, com 53,3% dos votos válidos.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados