ademar1Ademar de Barros

Ademar Pereira de Barros nasceu no dia 22 de abril de 1901, na cidade de Piracicaba, São Paulo. Morreu no dia 12 de março de 1969, na cidade de Paris, França.

Filho de uma tradicional família de cafeicultores, formou-se em medicina na Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil. Participou da Revolução de 1932, elegendo-se deputado à Assembleia Legislativa de São Paulo em 1934. Exerceu o mandato até 1937. Em 1938 foi nomeado interventor federal no Estado de São Paulo, ficando no cargo até 1941. Fundador do Partido Social Progressista, foi presidente da agremiação por vinte anos. Em 1947, foi eleito governador para o período 1947-1951. Em 1955, foi candidato a presidente da república, ficando em terceiro lugar. Em 1957 foi eleito prefeito de São Paulo.

Em 1958 foi novamente candidato à presidência da república, sendo novamente derrotado. A favor da investidura de João Goulart na presidência da república com a renúncia de Jânio Quadros, conquistou novamente, em 1962, a governadoria do Estado de São Paulo. Participou do movimento político-militar que desaguou na Revolução de 1964. Entretanto, teve o mandato cassado e os direitos políticos suspensos por dez anos. Em seguida, exilou-se na França. Foi um dos políticos mais carismáticos do Brasil em todos os tempos. Levou consigo, porém, a pecha de corrupto, razão pela qual teria sido perseguido pelo regime militar. Seus seguidores até hoje são chamados de “ademaristas”. Foi o segundo proprietário da Rádio Bandeirantes de São Paulo, embrião do que viria a ser o grupo, cujo carro-chefe hoje é a TV Bandeirantes. O atual proprietário é o seu genro, João Saad.

ademar2Cargos
1934-1937 — Deputado Estadual
1938-1941 — Interventor Federal
1947-1951 — Governador de São Paulo
1957-1961 — Prefeito de São Paulo
1963-1966 — Governador de São Paulo


 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados