l-c-gondim1Conduta Será Investigada

03/07/2015 — O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo recebeu denúncia oferecida pela Procuradoria Regional Eleitoral contra o deputado estadual Luiz Carlos Gondim Teixeira pelo crime de falsidade ideológica, cometido durante o período eleitoral de 2010. Ele foi eleito em 2010 pelo Partido Popular Socialista (PPS) e reeleito em 2014 pelo Solidariedade (SD). Por votação unânime, os juízes entenderam que havia elementos para o recebimento da denúncia. O parlamentar teria incorrido no crime de falsidade ideológica por omissão de despesas na prestação de contas entregue à Justiça Eleitoral em 2010. Com a decisão, inicia-se o processo de apuração para determinar se houve ou não crime eleitoral previsto no artigo 350 do Código Eleitoral.

l-c-gondim2Luiz Carlos Gondim Teixeira
Nasceu no dia 29 de novembro de 1947, na cidade de Fortaleza, Ceará. Já adulto, mudou-se para São Paulo, fixando-se na cidade de Mogi das Cruzes, onde se formou em medicina (ginecologia) e iniciou a carreira política. Foi vereador da cidade por mais de dez anos, antes de se eleger deputado estadual pela primeira vez, em 1998. Até 2002, foi o único representante do Partido Verde na Assembleia Legislativa de São Paulo. É autor, entre outras, da lei que proíbe a utilização de alimentos transgênicos na merenda escolar das escolas estaduais. Foi segundo vice-presidente da assembleia no biênio 2007-2009. Em 2010, transferiu-se para o PPS. Nas eleições de 2014, já nos quadros do Solidariedade, foi reeleito com 88.703 votos (0,43% do total).


 

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados