william-penn1William Penn

Nasceu no dia 14 de outubro de 1644, na cidade de Londres, Inglaterra. Morreu no dia 30 de julho de 1718, na localidade de Field Ruscombe.

Filho do almirante William Penn, conquistador da Jamaica, filiou-se à seita protestante dos quacres, após ouvir em Oxford, onde estudava, as prédicas de Thomas Loe. Após um período de aparente descrença para satisfazer os gostos do pai, tornou-se quacre fervoroso e percorreu as comunas fiéis a essa seita, tanto na Inglaterra, como no continente. Datam dessa época os seus vigorosos escritos polêmicos, inclusive o que foi elaborado na prisão: Nem Cruz, Nem Coroa.

Interpretando o desejo longamente ansiado pelos quacres de se estabelecerem numa colônia virgem da América, onde pudessem se ver livres das perseguições, solicitou ao governo tal concessão em 1680. Atendido pelo rei Carlos II, recebeu a patente sobre uma extensão de terra pouco menor que a superfície da Inglaterra, a oeste do Rio Delaware, na América do Norte. Estruturada em bases liberais, a colônia, que recebeu o nome de Pensilvânia em sua homenagem, logo floresceu, dando origem a prósperas cidades, como a capital Filadélfia.

Apesar do êxito político, a colonização nunca proporcionou os lucros financeiros que esperava. Acabou mesmo por lhe trazer dívidas e a completa ruína. Morto Carlos II, subiu ao trono o rei Jaime II, um católico que retirou o apoio à colônia americana. Jaime II foi sucedido por Guilherme III, que demonstrou maior desinteresse pelas dificuldades da Pensilvânia. Perseguido, foi obrigado a se refugiar na França. Exonerado do governo da colônia, voltou às atividades de pregador. Encarcerado por dívidas, só obteve a liberdade graças aos esforços dos amigos e fiéis, que pagaram sua fiança. Entretanto, os princípios políticos que implantou na Pensilvânia serviram mais tarde como fonte de inspiração para a Constituição dos Estados Unidos.

 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados