Imprimir
Categoria: Presidentes Brasileiros
Acessos: 1438

dilma-rousseff caric1Dilma Rousseff

22/05/2016 — Alguns políticos, por suas posições esquerdistas mais retrógradas e pela absoluta falta de cultura e de compostura, acabam envergonhando o país. Passam para os países cultos uma imagem que, absolutamente, não é aquela predominante na sociedade. É o caso, por exemplo, da presidente afastada Dilma Rosseff. Ela falou — e continua falando — tanta bobagem, que chamou a atenção dos humoristas norte-americanos. Como já fez com outros líderes latino-americanos, o programa “Saturday Night Live”, exibido, como diz o título, nas noites de sábado, no canal aberto NBC, resolveu fazer uma esquete, cujo tema foi a petista. No quadro, a comediante Maya Rudolph surge caracterizada para dar entrevita sobre o processo de impeachment

para ver o vídeo.

Senado Aprova o Afastamento
12/05/2016 — Às 6h34, o painel do Senado Federal confirmou o afastamento da Dilma Rousseff da presidência da república. Por 55 (67,9%) votos a 22 (27,1%), sem abstenções, os senadores decidiram que a petista deveria ser julgada por crime de responsabilidade. A partir da notificação, ela ficará fora do cargo durante 180 dias, período em que a câmara alta do país deverá dar o veredicto final sobre o caso. Nesse período, ela vai manter todas as mordomias inerentes ao cargo de presidente: moradia (Palácio da Alvorada), salário integral (mais de R$ 30 mil), seguranças, equipe de assessores, transporte terrestre e aéreo, etc. A decisão senatorial tem, porém, um simbolismo forte: o fim da era PT no comando do país.

dilma-rousseff ficha-criminalDilma Vana Rousseff nasceu no dia 14 de dezembro de 1947, na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. É filha de um advogado de origem búlgara que pertencia aos quadros do partido comunista daquele país. Fez a escola primária e a secundária na capital mineira, onde iniciou a sua participação política. Com o movimento militar de 1964, filiou-se ao grupo extremista Política Operária. Depois, começou a fazer parte Vanguarda Popular Revolucionária, sob o qual passou a assaltar bancos para financiar o combate às forças militares. Foi presa pelas forças de repressão e teria sido supostamente torturada. Condenada a seis anos de prisão, foi liberada em 1972 em decorrência da redução da pena.

Seguiu, então, para Porto Alegre, Rio Grande do Sul, onde se graduou em economia na Universidade Federal daquele estado. A militância política, agora na legalidade, recomeçou no Movimento Democrático Brasileiro. Com o fim do bipartidarismo, no início da década de 1980, filiou-se ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). Seu primeiro cargo executivo foi o de secretária da fazenda da cidade de Porto Alegre, de 1986 a 1990. Em 1993, foi nomeada para a secretaria de energia do Rio Grande do Sul. Com a ascensão do Lula da Silva à presidência da república em 1992, foi convidada para assumir o Ministério das Minas e Energia. Ficou no cargo até 2005, quando foi transferida para a Casa Civil. Em 2010, indicada pelo presidente, elegeu-se presidente da república. Reelegeu-se em 2014, mas foi afastada em 2016.

epoca marido-da-dilmaAs Relações Perigosas
17/01/2016 — A revista Época da semana traz na capa uma matéria acerca das atividades exercidas pelo ex-marido da presidente Dilma Rousseff. Segundo a publicação, a empresa Engevix, afundada até o pescoço no escândalo do petrolão, teria procurado o advogado Carlos Araújo (o ex-marido) para tentar salvar os seus negócios. Segundo o texto dos jornalistas Thiago Bronzatto e Ana Clara Costa, a empresa teria pagado R$ 200 mil para ter um contato direto com a presidente da república. Os donos da EngevixJosé Antunes Sobrinho e Gerson Almada — estão presos no âmbito da Operação Lava-Jato. Eles negociam um acordo de delação premiada com o Ministério Público com vistas à redução de suas penas, caso sejam condenados (Clique AQUI para ver).