zeus in1Filho de Apolo, o deus do Sol, ou de Ecleu e Hipermnestra. De seu ancestral Melampo, herdou o dom da profecia e da adivinhação. Durante as lutas pela organização do reino de Argos, matou seu tio Tálao, pai de Adrasto, e expulsou este de seus domínios. Mais tarde, reconciliou-se com o primo, o qual lhe deu sua irmã Erifila em casamento e estabeleceu que, em caso de disputa entre os dois, caberia a ela decidir.

Ao voltar da caçada ao javali de Calidão, foi convidado por Adrasto para participar da expedição dos Sete Contra Tebas, mas, prevendo desgraças, recusou-se. Chamada a arbitrar a questão, Erifila, seduzida pelo colar de Harmonia que Polinice lhe ofertara, ordenou ao marido que partisse. Ele obedeceu. Mas, antes, fez seus filhos Alcmeão e Anfíloco jurarem que o vingaria. Por obra de Zeus (Júpiter entre os romanos), desapareceu durante a retirada dos Sete Chefes e foi imortalizado com o poder de continuar seus oráculos em Argos e na Ática.

REFERÊNCIAS


ECLEU — Filho de Antífates ou de Mâncio, conforme outra versão. Esposou Hipermnestra, filha de Téspio, com quem teve Ifianira, Polibeia e Anfiarau. Acompanhou Heracles (Hércules para os romanos) à cidade de Troia, onde morreu.

HIPERMNESTRA — Esposa de Ecleu, com quem teve Ifianira, Polibeia e Anfiarau. Noutra versão, é uma das Danaides. Aqui, casou-se com Linceu, filho de Egito. Foi a única filha de Dânao que, contrariando as ordens do pai, deixou de matar o marido na noite de núpcias. Levada a julgamento diante de um tribunal de argivos por se ter oposto ao pai, foi absolvida. De sua união com Linceu, teve Abante.

ARGOS — Nome de várias cidades gregas.

TÁLAO — Filho de Pero e Bias. Uniu-se a Lisianassa, ou Lisímaca, e teve Adrasto, Mecisteu, Partenopeu, Aristômaco, Prônax e Erifila. Participou da expedição dos Argonautas.

ERIFILA — Filha de Tálao e irmã de Adrasto. Casou-se com o adivinho Anfiarau e teve quatro filhos: Alcmeão, Anfíloco, Eurídice e Demonassa. Quando Adrasto, favorecendo Polinice, decidiu enviar uma expedição contra Tebas, Anfiarau se recusou a participar. Seduzida pelo colar de Harmonia, presente de Polinice, ordenou ao marido que se juntasse aos outros chefes argivos e partisse. Por ocasião da expedição dos Epígonos, recebendo de Tersandro, filho de Polinice, o manto de Harmonia, convenceu o filho Alcmeão a tomar o comando da luta contra Tebas. Foi morta pelo próprio filho quando este retornou da batalha.

SETE CONTRA TEBAS — Expedição guerreira que teve por objetivo afastar Etéocles do trono da cidade de Tebas e conquistar o reino para Polinice. Este, expulso da cidade pelo irmão, aliou-se a Adrasto, rei de Argos, e a outros cinco outros chefes: Anfiarau, Capaneu, Hipomedonte, Tideu e Partenopeu. A expedição teve fim desastroso. Os dois irmãos — Etéocles e Polinice — morreram num combate fratricida. Mais tarde, Tebas foi tomada pelos Epígonos.

ANFÍLOCO — Adivinho filho de Anfiarau e Erifila, Participou da expedição dos Epígonos e ajudou o irmão Alcmeão na vingança contra a mãe, Erifila. Finda a Guerra de Troia, na qual tomou parte, rumou para a Cilícia, onde fundou a cidade de Malos. Morreu durante a disputa com o adivinho Mopsos. Após a morte, os dois adivinhos se reconciliaram e passaram a profetizar juntos, através dos sonhos.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados