banner-topo

A Playboy de março de 1981 trouxe uma leva de estudantes e a sereia da Califórnia

As Beldades Estudantes

Bons tempos aqueles. A Playboy de março de 1981 dispensou as celebridades e colocou na capa uma chamada para as estudantes que voltavam das férias direto para as salas de aula. Foram mais de vinte escolares desconhecidas que toparam posar para um ensaio especial de dez páginas. Confira abaixo a capa e as beldades.

laurenbacall in1Os Destaques das Artes
Na literatura, a edição deu destaque ao lançamento da autobiografia “Bacall Fenomenal”, na qual a deusa do cinema norte-americano conta, entre outras coisas, detalhes do seu casamento com o astro Humphey Bogart. Também havia chegado às livrarias o romance “O Adeus à Mulher Selvagem”, do francês Henry Coulonges. Na música, a revista saudou os lançamentos dos discos “Paris”, do grupo Supertramp, “Live”, do Eagles. Mas a surpresa foi “Yesshows”, da banda progressiva inglesa Yes. Além disso, Lou Reed veio com “Rock and Roll Diary”. Entre os brasileiros, “Olhar Brasileiro”, do Eduardo Dusek, “Os Borges”, do Lô Borges em parceria com o Baden Powell, e “Trem Mineiro”, do Wagner Tiso.

m-de-moraes1Um Colunista Na Entrevista do Mês
Na tradicional entrevista, apareceu o jornalista carioca Ibrahim Sued. Uma conversa franca com o rei da coluna social. Ele falou sobre as fofocas do high society, do mundo dos negócios e dos bastidores da política. Clique AQUI para saber mais sobre a fera. A matéria especial “Massacre Em Santa Fé” faz revelações trágicas do motim ocorrido na Penitenciária do Novo México, Estados Unidos, no dia 01 de fevereiro de 1980. O saldo foi de trinta prisioneiros mortos. O fato mudaria de vez o sistema prisional norte-americano. Na outra entrevista — “10 Perguntas” — aparece a atriz Mariana de Moraes, que fez sucesso como uma Lolita no filme “Fulaninha”. Na seção “5 Minutos Com”, a edição foca o piloto australiano Alan Jones. Clique AQUI para ver.

k-herrin1Os Ensaios Sensuais
Na página 36, a revista apresenta a deusa do cinema italiano Laura Antonelli. Ela está deslumbrante no alto dos seus quarenta anos. Há referências aos seus melhores filmes, como “Esposamente”, “Malícia” e “Inocente”. Clique AQUI para saber mais. Já o pôster central foi dedicado à modelo Kimberly Herrim. O ensaio “A Sereia da Califórnia” tem 12 páginas, com fotos do Arny Freytag. Clique na imagem.

c-ronaldo1A Piada da Edição
Um alemão, um inglês e outro europeu foram presos como espiões assim que estourou mais uma revolução no país em que estavam passando férias. Presos em celas reforçadas, com os pés acorrentados àquela tradicional bola de ferro, aguardavam a hora de ser fuzilados. Não havia como escapar. Mas o alemão bolou um plano para fugir na hora da execução.

— “Preparar... Apontar...” — começou o comandante, dando ordens ao pelotão de fuzilamento.
— “Terremoto!” — gritou o alemão. E foi aquela correria. Na confusão, livre da corrente, ele sumiu.

Em seguida, foi a vez do inglês. Assim que o oficial comandou “Preparar... Apontar...”, ele gritou:
— “Maremoto!!!” — e mais uma vez todo mundo correu para escapar, sem lembrar que o país não tinha sequer saída para o mar.

O terceiro prisioneiro raciocinou. Para conseguir a salvação precisava anunciar alguma tragédia de grandes proporções. Assim, ficou esperando tranquilamente a sua vez de ir para o paredão. Quando o comandante do pelotão deu a ordem “Preparar... Apontar...”, o prisioneiro gritou:
— “Fogo!!!



© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados