David Byrne

DAVID BYRNE nasceu no dia 14 de maio de 1952, na cidade de Dumbarton, Condado de Strathclyde, Escócia. Com sete anos de idade, mudou-se com a família para os Estados Unidos. Desde criança, mostrou talento para instrumentos musicais. Depois de muitos trabalhos sozinho, fundou em 1974 a banda Talking Heads. O grupo fez muito sucesso mundialmente até 1991, quando se desfez. É considerado pela crítica um dos grupos mais influentes da história do rock. Com a banda, gravou oito discos. Paralelamente, realizou diversas trilhas sonoras para o cinema. O destaque dessa atividade vai para a trilha do filme “O Último Imperador”, com a qual ganhou o Oscar e o Globo de Ouro de 1988. O primeiro disco na retomada da carreira-solo aconteceu em 1989.

O álbum, com o sugestivo nome de “Rei Momo”, celebrou o casamento de duas paixões: a dança e a música latina. Nas turnês, o cantor chamava a atenção nas cidades onde se apresentava por se portar como um turista aprendiz. Os suvenires dele, em vez de fotos, eram músicas típicas, colhidas num gravador que levava a tiracolo. O disco, assim, é uma recordação dessas viagens. Traz, nas faixas, o merengue, a charanga e o cha-cha-cha. Tem também uma deliciosa salsa  — “Loco de Amor” —  com a participação especial da lendária cantora cubana Célia Cruz, além de dois sambas para justificar o título. Um desses sambas  — “Office Cowboy” —  é cantado pelo Herbert Vianna, líder dos Paralamas do Sucesso. Todos os ritmos são impregnados do rock suingado e sempre inovador, a marca registrada Talking Heads.

20200812a 20200812b

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados