disco2020Música

19/03/2021 — O cantor Bon Jovi, de 59 anos, astro da música pop nos anos de 1980 está de volta. Ele anunciou o lançamento do videoclipe “Story of Love” (“História de Amor”), baseado no relacionamento de 31 anos com a esposa, com a qual tem quatro filhos com idades entre 16 e 27 anos. A música é o carro-chefe do último disco, lançado no final de 2020. Um dos artistas mais ricos do mundo, O Jovi nos últimos anos se dedicou à assistência social. O último disco, como um todo, tem faixas sobre o assassinato do George Floyd, sobre as eleições americanas e sobre o controle de armas de fogo. No total, o cantor lançou na carreira 15 álbuns de estúdio desde 1984, dois álbuns ao vivo e três compilações. O maior sucesso foi a música “Livin' on a Prayer” de 1986.

Bon Jovi

JOHN FRANCIS BONGIOVI JR. nasceu no dia dois de março de 1962 na cidade de Perth Amboy, Estado da Nova Jersey, Estados Unidos. Desde criança demonstrou talento para a música. Paralelamente aos estudos formais, frequentou cursos de especialização na área, tornando-se um guitarrista de primeira grandeza. Em 1983, resolveu fundar uma banda com o próprio nome para iniciar a carreira profissional. Para isso chamou o guitarrista Richie Sambora, o tecladista David Rashbaum, o baixista Alec John Such e o baterista Tico Torres. O primeiro álbum de estúdio — o “Bon Jovi” — saiu em 1984. Embora tenha recebido críticas favoráveis, o resultado das vendas foi moderado.

Em 1985, veio o segundo disco, o “7800.° Fahrenheit”. Trata-se de uma referência à escala de temperatura termodinâmica para indicar o alucinante ritmo das músicas. No álbum destacam-se as canções “In and Out of Love” (“Dentro e Fora do Amor”) e a “The Hardest Part Is the Night” (“A Parte Mais Difícil É a Noite”). Mas os principais álbuns foram o “Slippery When Wet” (“Escorregadio Quando Molhado”) de 1986, o “Nova Jersey” de 1988 e o “Lost Highway” (“Estrada Perdida”) de 2007. Esses trabalhos alcançaram o primeiro lugar na Billboard 100 dos Estados Unidos. O Bon Jovi emplacou 195 músicas em trilhas sonoras de filmes, séries e minisséries. Como ator apareceu em 12 filmes, com destaque para o faoreste “Jovens Demais Para Morrer” de 1990, no qual também assinou a trilha sonora.

inicio1 inicio2

 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados