20210706Bolsonaro

09/07/2021 — Levantamento feito pelo Instituto Datafolha, divulgado nesta quinta-feira (8) pelo jornal “Folha de S. Paulo” mostra que a maioria dos entrevistados considera o presidente Jair Bolsonarodespreparado”, “incompetente”, “desonesto”, “pouco inteligente”, “falso”, “indeciso” e “autoritário”. Além disso, 55% dizem nunca confiar nas declarações dele e 70% acreditam que há corrupção no atual governo. A pesquisa ouviu 2.074 pessoas nos dias 7 e 8 de julho em 146 cidades brasileiras. Foram entrevistadas pessoas acima de 16 anos. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%. Os dados também mostram que a rejeição ao governo Jair Bolsonaro chegou a 51%.

20190902CNT/MDA
06/07/2021 — O presidente Jair Bolsonaro é reprovado por 62,5% da população, segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Transportes. Os que aprovam o desempenho do chefe do executivo são 33,8%.  O levantamento foi realizado entre os dias 1.º a três deste mês com 2.002 entrevistas presenciais em 137 municípios de 25 estados. A margem de erro é de 2,2%, com 95% de nível de confiança. A avaliação negativa do desempenho do Bolsonaro cresceu em relação à pesquisa anterior, realizada em fevereiro. Na última edição, 51,4% reprovavam o presidente. Os que aprovavam eram 43,5%. Na mesma pesquisa, a CNT/MDA perguntou sobre as eleições de 2022. O Lula lidera 27,8%, enquanto o Bolsonaro tem 21,6% das intenções.

Aprovação
& desaprovação

21/06/2021 — A desaprovação ao presidente Jair Bolsonaro atingiu em junho deste ano a pior marca desde maio de 2020, quando o instituto Paraná Pesquisas passou a fazer monitoramentos periódicos da avaliação do governo pela população. Segundo o último levantamento, feito entre os dias 11 e 15 de junho, 45,6% da população considera o governo ruim ou péssimo, enquanto 53,8% desaprova de uma forma geral a gestão comandada pelo Bolsonaro. A avaliação de ruim ou péssimo cresceu de forma consecutiva nos últimos cinco levantamentos desde outubro de 2020. No levantamento de junho deste ano, os segmentos que mais desaprovam o atual presidente são as mulheres (61,2%), aqueles que possuem até o ensino fundamental (60,4%), os desempregados (59,7%) e os jovens de 16 a 24 anos (59,3%). O instituto ouviu 2.040 eleitores em 156 municípios de todos os estados.

Eleições

bolso x lula

14/06/2021 — Nova pesquisa XP-Ipespe mostra o ex-presidente Lula da Silva quatro pontos à frente do Jair Bolsonaro na disputa pela presidência. O petista saltou três pontos desde o último levantamento e chegou aos 32%, enquanto o Bolsonaro perdeu um ponto. Caiu para 28%. O Ciro Gomes foi quem mais perdeu. Passou de 9% para 6%. Nas simulações de segundo turno, o Lula abriu nove pontos de vantagem sobre o Bolsonaro. A diferença era de dois na última pesquisa. O petista saiu de 42% para 45% enquanto o presidente caiu de 40% para 36%. Nas simulações, o Bolsonaro agora aparece numericamente atrás também de Ciro Gomes. Este tem 41% contra 37%. Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados os nomes dos candidatos, o Lula e o Bolsonaro aparecem empatados com 24%. Houve 8% de votos brancos e nulos e 36% sem resposta.

Jair
Bolsonaro

JAIR MESSIAS BOLSONARO nasceu no dia 21 de março de 1955, na cidade de Glicério, Estado de São Paulo, mas cresceu e estudou na cidade de Eldorado, no Vale do Ribeira. Cursou a Escola Preparatória de Cadetes do Exército e, depois, a Academia Militar de Agulhas Negras, formando-se em 1977. Serviu, entre 1979 e 1981, no Nono Grupamento de Artilharia de Campanha, no Mato Grosso do Sul. Logo depois, passou a integrar a Brigada de Infantaria Paraquedista. Em 1983, graduou-se na Escola de Educação Física do Exército.

Em 1987, já com a patente de capitão, cursou a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais. Em 1988, ao se aposentar na carreira militar, iniciou a carreira política, elegendo-se vereador na cidade do Rio de Janeiro. Em 1990, elegeu-se, pela primeira vez, deputado federal, reelegendo-se, sucessivamente, em 1994, em 1998, em 2002, em 2006, em 2010 e em 2014, sempre defendendo bandeiras nacionalistas. Em 2017, anunciou a candidatura à presidência da República. Embora o anúncio tenha sido recebido com ceticismo, ele ganhou as eleições em 2018.

Votos
28/10/2018 — Na eleição de 2018, o Jair Bolsonaro (PSL) obteve 55,13% dos votos válidos, conquistando 57,8 milhões de sufrágios. O Fernando Haddad (PT) teve 44,87%, o equivalente a 47 milhões de votos. A diferença entre os dois candidatos ficou em 10,8 milhões de votos. As abstenções somaram 21,3% (31,3 milhões de votos). Os votos brancos foram 2,14% (2,4 milhões de votos) e os nulos, 7,43% (8,6 milhões de votos).

No Estado de São Paulo, o candidato eleito teve 67,97%, representando 15,3 milhões de votos.  O candidato perdedor teve, no estado, 32,03%, representando 7,2 milhões de votos. Em Franca, o Bolsonaro abocanhou 126.487 votos, representando 75,97 dos válidos, contra 41.285 votos do Haddad, representando 24,61% dos válidos. No confronto dos estados, o Bolsonaro venceu em 16 e o Haddad, em 11. No confronto dos municípios, o eleito venceu 2.760, a maioria no sul e no sudeste, enquanto o perdedor ganhou 2.810 cidades, a maioria no nordeste e no norte.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados