Imprimir
Categoria: Matemáticos
Acessos: 4156

brahmagupta1Brahmagupta

Nasceu em dia e mês incertos do ano de 589, na localidade de Bhinmal, Rajastão, Índia. Morreu em dia e mês incertos do ano de 668.

Morou a maior parte de sua vida em Bhillamala (atual Bhinmal) no império de Harsha. Como resultado, é frequentemente referido como “Bhillamalacarya, o professor de Bhillamala Bhinmal”. Foi o líder do observatório astronômico em Ujjain e durante o período que lá esteve escreveu quatro textos sobre matemática e astronomia. Por volta de 628, publicou “Brahmasphuta-sidhanta”, sistema astronômico em forma de versos.

A obra contém capítulos de matemática, com soluções para equações determinadas e indeterminadas de primeiro e segundo grau, um estudo sobre quadriláteros cíclicos e regras de permutação. Outra obra de sua autoria é o “Khandakhadyaka”, importante tratado de astronomia matemática. Essas duas obras exerceram notável influência sobre os matemáticos e astrônomos do Islão e, através deles, sobre estudiosos europeus. É considerado o inventor dos números árabes, “pai da aritmética, da álgebra e da análise numérica”.

Seu trabalho teve impacto significativo nas construções matemáticas. Popularizou o conceito do zero e definiu regras para a aritmética com números negativos e com o zero, que são próximas ao entendimento atual da matemática moderna. A maior divergência é que ele tentou definir a divisão por zero, uma situação considerada inexistente pelos cientistas modernos. Sua definição de zero como um número era acurada, exceto que ele considerava 0/0 igual a 0. Atualmente considera-se que essa quantidade não pode ser definida. Ele também forneceu a primeira solução geral para a equação quadrática.