evariste galois1Galois

ÉVARISTE GALOIS nasceu no dia 25 de outubro de 1811, na cidade de Bourg-la-Reine, Altos do Sena, França. Morreu no dia 31 de maio de 1832, na cidade de Paris. É considerado um dos maiores matemáticos de todos os tempos e, talvez, o exemplo mais excepcional de um gênio matemático precoce. Aos doze anos, entrou para o Colégio Luís — O Grande, manifestando-se um aluno difícil. Não se interessava pelos estudos de Retórica e Literatura, matérias-base do currículo do colégio.

Finalmente, começou a estudar Matemática Elementar, que incluía dois anos de estudo da Geometria. Devorou os livros de Geometria como se fossem romances e, a seguir, dedicou-se à Álgebra. Seu desenvolvimento divergia de tal forma do curso acadêmico que nunca houve paz entre ele e as autoridades, de cuja aprovação necessitava. Foi reprovado duas vezes nos exames de admissão para a Escola Politécnica de Paris. Da segunda vez, um dos examinadores afirmou que ele era incapaz para o trabalho matemático. Assim, foi ignorado pela sociedade científica.

Mas não desistiu. Com dezenove anos, submeteu uma memória à Academia de Ciências. O secretário, entretanto, levou o manuscrito para casa, mas morreu antes de dar um parecer sobre a obra. Em sua curta vida, Galois militou na extrema esquerda republicana. Durante o regime político dos Bourbons, participou de manifestações contra a monarquia absoluta. Em decorrência, foi expulso da escola. Isso o levou a participar da tentativa fracassada de golpe de estado perpetrada pelos defensores da República. Foi perseguido pela polícia e encarcerado. Após sair da prisão, foi encontrado ferido de morte nos arredores de Paris. A interpretação geralmente aceita é que os ferimentos decorreram de um duelo por causa de uma mulher.

O matemático deixou seus manuscritos com um amigo, com uma carta escrita na antevéspera da sua morte. Ainda no colégio, havia publicado uma “Demonstração de Um Teorema Sobre as Frações Contínuas Periódicas”. Em 1830, publicou uma memória sobre a solução algébrica das equações e escreveu outras cinco sobre as frações imaginárias e sobre as condições de solução das equações por subdivisões. Ele conseguiu expor as condições necessárias e suficientes, permitindo resolver as equações algébricas através dos radicais. Para chegar a esse resultado, recorreu a um grupo de substituições sobre as raízes das equações, revelando a profunda ligação existente entre a teoria moderna dos grupos e a teoria clássica das equações. É considerado o fundador da álgebra moderna.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados