Imprimir
Categoria: Matemáticos
Acessos: 197

20210430aCarl Gauss

JOÃO CARLOS FREDERICO GAUSS nasceu no dia 30 de abril de 1777 na cidade de Braunschweig, Estado da Baixa Saxônia, Alemanha. Morreu no dia 23 de fevereiro de 1855 na cidade de Göttingen. Além de matemático, físico e astrônomo. Cognominado “príncipe dos matemáticos”, aprendeu a ler e a escrever com apenas três anos de idade. Ainda na escola elementar, deu provas de precoce e impressionante capacidade para a matemática. Enfrentou na mocidade dificuldades financeiras até ser apresentado a um poderoso nobre. Este, percebendo a grande inteligência do jovem, decidiu custear os estudos dele. 

Na faculdade, o Gauss aprendeu grego e latim. Quando esteve para decidir a orientação dos estudos, ficou indeciso entre a filologia e a matemática. Mas em 1776 decidiu-se pela matemática, animado por ter descoberto como construir o lado do polígono de 17 lados com o compasso. Publicou mais de 150 volumes sobre os estudos matemáticos que empreendeu desde então. Em diversos períodos da vida, ocupou-se de diferentes disciplinas, dando contribuição pessoal a cada uma delas. No campo da aritmética e da álgebra, descobriu que toda equação algébrica possui pelo menos uma raiz. Formulou ainda a Teoria da Divisibilidade dos Números. Na área da astronomia, dedicou-se ao estudo de corpos celestes de forma não esférica.

Também estudou aplicação do método dos mínimos quadrados no cálculo das órbitas dos planetas. Na área da geometria, estudou as superfícies do espaço, o conceito da curvatura total e as maneiras de representar a superfície no plano. No campo da matemática física, estudou o problema da forma que toma um corpo fluido no estado de equilíbrio, quando solicitado por forças externas. Também pesquisou o magnetismo terrestre e a teoria da propagação das ondas luminosas. Dedicou-se no fim da vida ao estudo da generalização das representações geodésicas. O cientista deixou um diário em que demonstrava que diversas invenções atribuídas a outros, na verdade lhe pertenciam. Algumas das invenções originais dele: telégrafo óptico, telégrafo com fio e o magnetômetro para medir a intensidade do campo magnético.