elis filmeAndreia

ANDREIA ASSIS HORTA nasceu no dia 27 de julho de 1983, na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais. Mudou-se para o Rio de Janeiro, onde começou a carreira atuando no teatro. Estreou na televisão em 2006, quando viveu a jornalista Márcia Kubtschek na minissérie “JK”. Sua atuação agradou muito a crítica, levando-a a um contrato com a Rede Record para atuar na novela juvenil “Alta Estação”, exibida entre outubro de 2006 a junho de 2007.

Em 2008, atuou na série “Alice”, que fez sucesso no canal a cabo HBO. Em 2008-2009, voltou à Record para atuar na novela “Chamas da Vida”. Voltou para a Rede Globo em 2010. Além da tevê, a bela já atuou em três filmes, com destaque para o “Elis”, com o qual, em 2016, ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Gramado e no Festival Luso-Brasileiro. O filme, em 2019, foi exibido na TV Globo em forma de minissérie. Em 2019 apareceu no filme “Albatroz”. A trama versa sobre um ataque terrorista em Israel. Em 2021 estará no drama biográfico “Vestida de Silêncio”. Trata-se de uma visão da vida do presidente João Goulart contada pela primeira-dama Maria Thereza.

alice1Alice
21/12/2008 — A atriz Andreia Horta é a protagonista da série “Alice”, produzida pelo canal HBO. A personagem é uma típica menina do interior que se deslumbra com a cidade grande. Na trama, a Alice deixa o casamento marcado para trás na pacata cidade de Palmas, capital do Estado do Tocantins, e vai de mala e cuia para São Paulo. Sem muita malícia, ela se envolve com pessoas que nem sempre são as mais bem-intencionadas. O desempenho da atriz mineira nos treze episódios foi elogiado. “Alice” foi o terceiro trabalho da Andreia Horta, responsável, segundo os críticos, para que ela se firmasse na carreira. Antes, a atriz tinha feito dois episódios da minissérie “JK” na pele da Márcia Kubitschek e 305 capítulos da novela “Alta Estação” da TV Record. ATUALIZAÇÃO: A série “Alice” foi reexibida em duas partes em novembro de 2010.

liberdade-liberdade p1Liberdade
05/08/2016 — Terminou a novela “Liberdade, Liberdade”. A trama principal contou a história da Joaquina da Silva Xavier, suposta filha do Tiradentes, que foi levada para Portugal logo após o enforcamento do pai. A personagem foi vivida com brilhantismo pela atriz Andreia Horta. Retornando ao Brasil já na idade adulta, Joaquina retoma os princípios do pai e se torna ela mesma uma revolucionária. Cobiçada pelo vilão José Maria Rubião (Mateus Solano), a moça cai de amores pelo fora-da-lei Xavier Almeida (Bruno Ferrari), com quem protagonizou cenas tórridas. O desempenho da atriz mineira foi muito elogiado pela crítica. Ela já tinha se destacado anteriormente na novela “Império” (2014-2015). Em 2016, ainda foi protagonista do filme “Elis”, uma biografia da cantora Elis Regina.

Tempo
18/07/2017 — Após protagonizar a macrossérie “Liberade, Liberdade”, a Andreia Horta terá papel de destaque na novela “Tempo de Amar”, substituta da “Novo Mundo”, na faixa das 18 horas da TV Globo. Escrita pelo roteirista Alcides Nogueira, a atração está prevista para o mês de setembro. A personagem da atriz mineira, Lucinda, chamará a atenção por ter uma cicatriz no rosto, provocada por uma explosão. Essa marca será escondida pelos cabelos, os quais cobrirão boa parte da face. A caracterização é da maquiadora Anna Van Steen, cuja mãe usava um penteado para esconder um corte que tinha no rosto. Em 2016/2017, a Andreia teve muito trabalho. Além da “Liberdade, Liberdade”, encarnou a Elis Regina, no filme “Elis”. Além disso, acabou de filmar o “Albatroz”, cuja estreia nos cinemas está prevista para 2019.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados