O Tempo
Não Para

29/01/2019 — A atriz Cris Vianna esteve na novela da faixa das 19 horas da TV Globo, “O Tempo Não Para”, cuja estreia se deu no dia 31 de julho de 2018. Sua personagem, Cairu, é uma escrava da família do protagonista Dom Sabino (Edson Celulari). Nos capítulos iniciais, depois de um naufrágio, a personagem permanece congelada junto com toda a família do seu senhor. Acorda mais de cem anos depois, dando vazão a situações muito divertidas. Depois que se acostuma com as novidades dos tempos atuais, a Cairu, aproveitando a ascensão da Marocas (Juliana Paiva) como estilista de moda, tranforma-se numa modelo de sucesso. A participação televisiva anterior da Cris Vianna tinha sido na novela “A Regra do Jogo”, exibida em 2015. Em 2018 participou do reality showDança dos Famosos”. Foi desclassificada na semifinal.

KELLY CRISTINA DOS SANTOS nasceu no dia 11 de abril de 1977, na cidade de São Paulo. Antes de começar trabalhar como modelo, foi babá. A estreia na televisão foi na novela “América”, como a dançarina Drica. Depois, vieram as novelas “Sinhá Moça”, na qual interpretou a escrava Maria das Dores, e “O Profeta”, também em 2006, na qual viveu a professora Gilda. O convite para interpretar a Sabrina na “Duas Caras” veio do diretor Wolf Maya. Quando iniciou as gravações da novela, estava finalizando sua participação em “Última Parada 174”, baseado no sequestro do ônibus 174, no Rio de Janeiro, em 2000. No longa-metragem, que estreou em outubro de 2008, ela interpreta a Marisa (uma ex-dependente química que larga o vício e se converte ao evangelho).

20170824 danca dos famososNo ano seguinte, participou da novela “Tempos Modernos”. Em 2011, interpretou a carismática Dagmar dos Anjos, vendedora de empadas, na novela “Fina Estampa”. A personagem chamou a atenção do público, primeiramente, pelas cenas sensuais,  ao tomar banho num tosco chuveiro. Destacaram-se, também, os diálogos, geralmente emocionantes, com o filho problemático Leandro dos Anjos, interpretado pelo Rodrigo Simas. Além, claro, das tórridas cenas com o personagem do Malvino Salvador. A partir de outubro de 2012, passou a dar vida à personagem Julinha, uma designer gráfica, na novela “Salve Jorge”. Embora a personagem não tenha tido muito futuro na trama, ela segurou as pontas como uma coadjuvante de luxo.

Na novela “Império”, em 2014, o seu papel foi mais denso. Ela interpretou a personagem Juliane, uma ex-madrinha de bateria, casada com um artista plástico, especialista em falsificação de quadros famosos. Ela sofre para poder tirar o marido da cadeia, enquanto ele e a advogada se unem para lhe dar o golpe. Já em 2015, voltou como uma poderosa dona de uma loja de roupas na favela do Morro do Macaco, na novela “A Regra do Jogo”. Traída pelo marido, parte para dar o troco. Em novembro, foi vítima de injúria racial nas redes sociais. No carnaval de 2016, desfilou, mais uma vez, como rainha da bateria da escola Imperatriz Leopoldinense, repetindo a dose em 2017. Em 2017, não apareceu em novelas, mas participou do reality show “Dança dos Famosos” e foi jurada do programa “Amor e Sexo”.


Paulistanas na Tela

UP TOGGLE DOWN

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados