verao90aClaudia Raia

29/01/2019 — Começou nesta data a nova novela da faixa das 19 horas da TV Globo. A “Verão 90” é uma comédia romântica, cuja trama gira em torno de três astros mirins da música e suas mães batalhadoras e protetoras. Uma dessas mães é a Lidiane, vivida pela protuberante Cláudia Raia, no auge dos seus 52 anos. Ela faz a mãe da cantora Manuzita, vivida na infância pela Melissa Nóbrega e, na idade adulta, pela Isabelle Drummond. O roteiro original promete situações hilariantes envolvendo a Lidiane e o Herculano Mendes (Humberto Martins), um ex-ator pornô que vira cineasta sério. A última novela da atriz de foi a “A Lei do Amor”, exibida entre 2016 e 2017. Em 2018, ela se dedicou exclusivamente ao teatro, com o espetáculo “Cantando Na Chuva”.

Playboy
playboy0188bplayboy0188aplayboy0188cplayboy0188dplayboy0188e

27/02/2018 — A atriz Cláudia Raia, então com 22 anos, fez um ensaio sensual para a Playboy de janeiro de 1988. Sob o título “As Fantasias Eróticas da Cláudia Raia”, o trabalho ocupou oito páginas internas, com fotos assinadas pelo fotógrafo J. R. Duran e texto do então namorado Alexandre Frota. De acordo com a introdução do texto, de ninfa a deusa, ela exibiu no ensaio os desejos só conhecidos pelo próprio Alexandre. Ele pretendeu descrever as cenas em que ela aparece acorrentada, como uma replicante futurista e sendo possuída por um sátiro. No início de 1988, a bela de Campinas estava “arrebentando” com a personagem Tancinha, da novela “Sassaricando”. Quanto ao Alexandre Frota, os dois se largaram em 1989. Enquanto ela continuou com uma vitoriosa carreira na TV Globo, ele, mais tarde, enveredou pela indústria dos vídeos pornográficos.

favorita3Cláudia Raia
MARIA CLÁUDIA MOTTA RAIA nasceu no dia 23 de dezembro de 1966, na cidade de Campinas. Iniciou a carreira artística como modelo aos dez anos de idade. Estudou balé e, aos treze anos, ganhou bolsa para passar uma temporada nos Estados Unidos, morando na cidade de Nova York. Aos dezesseis anos, foi escolhida entre 1.500 candidatas para o elenco do musical “A ChorusLine ”, que ficou em cartaz no Rio de Janeiro em 1984. Ainda neste ano, foi capa da Playboy, edição de março. Isso lhe abriu as portas da televisão, participando do humorístico Viva o Gordo, em que fazia o quadro “Vamos Malhar”, ao lado de Jô Soares.

Voltaria à Playboy em janeiro de 1988, num ensaio sensual interno. Muito versátil — dança, canta e interpreta —, tornou-se uma das profissionais mais queridas da televisão brasileira. No cinema foram vários filmes, com destaque para o “Kuarup”, de 1989, o “Matou a Família e Foi ao Cinema”, de 1991, o “Xuxa Abracadabra”, de 2004, “Os Normais 2”, de 2009, e “O Duelo”, de 2015. No total, na carreira, são 42 créditos como atriz. O último trabalho na tevê foi a série “A Fórmula”, de 2017, na qual interpretou a personagem Samira Alcântara. Em 2018 apareceu como destaque no desfile da Unidos da Tijuca no carnaval carioca. Na alegoria, representou o beijo da mulher-aranha, no enredo em homenagem ao amigo Miguel Falabella.

03 04 06 07 10 11
14 13

 

 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados